Mercado fechará em 5 h 20 min
  • BOVESPA

    98.501,18
    -452,72 (-0,46%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.211,23
    +468,08 (+0,98%)
     
  • PETROLEO CRU

    110,45
    +2,02 (+1,86%)
     
  • OURO

    1.810,00
    +8,50 (+0,47%)
     
  • BTC-USD

    19.570,48
    +523,43 (+2,75%)
     
  • CMC Crypto 200

    423,70
    +3,56 (+0,85%)
     
  • S&P500

    3.825,33
    +39,95 (+1,06%)
     
  • DOW JONES

    31.097,26
    +321,86 (+1,05%)
     
  • FTSE

    7.242,68
    +74,03 (+1,03%)
     
  • HANG SENG

    21.830,35
    -29,44 (-0,13%)
     
  • NIKKEI

    26.153,81
    +218,19 (+0,84%)
     
  • NASDAQ

    11.537,00
    -74,25 (-0,64%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5291
    -0,0296 (-0,53%)
     

Nem todo rico pode comprar uma Ferrari; entenda

Ferrari: a empresa definiu uma série de regras para vender os veículos (Getty Images)
Ferrari: a empresa definiu uma série de regras para vender os veículos (Getty Images)
  • Ferrari adota uma série de medidas para manter o status e prestígio dos automóveis;

  • Marca valoriza clientes fiéis que já têm outros veículos da grife na garagem;

  • Donos dos carros não podem vender os itens na internet nem realizar mudanças na lataria.

Existem algumas coisas que nem o dinheiro pode comprar. Fidelidade é uma delas. Para a Ferrari, esse é um dos critérios mais importantes na hora de realizar a venda de veículos.

Ao contrário de outras marcas, que vendem os produtos para clientes sem distinção, a grife automobilística ficou famosa por proibir celebridades como Justin Bieber e as integrantes da família Kardashian de comprar os veículos de luxo.

Para adquirir os modelos das edições limitadas, considerados os mais exclusivos da casa italiana, é necessário ter a autorização da empresa. Essa é uma estratégia adotada para manter o prestígio e o reconhecimento da marca.

O sistema adotado pela Ferrari para escolher os clientes que comprarão os modelos mais raros segue um método semelhante a um programa de fidelidade. Os proprietários mais fiéis à grife, com um bom número de carros da Ferrari na garagem, são os elegíveis para adquirir os modelos mais desejados.

Todos os carros são feitos sob medida e são vendidos antes mesmo de serem produzidos. Consumidores que ficarem insatisfeitos com o carro devem revender para a concessionária onde foi adquirido, aumentando as chances de quem ainda não estava elegível para comprar o item.

Existem também algumas normas que devem ser seguidas pelos proprietários de veículos da marca. Eles não podem colocar o veículo à venda na Internet ou em anúncios. Os donos também são proibidos de realizar alterações nos automóveis. Caso sejam feitas mudanças sem autorização, a pessoa será banida de comprar carros da Ferrari.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos