Mercado fechado
  • BOVESPA

    128.405,35
    +348,13 (+0,27%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.319,57
    +116,77 (+0,23%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,50
    +0,46 (+0,65%)
     
  • OURO

    1.763,90
    -10,90 (-0,61%)
     
  • BTC-USD

    35.444,42
    -2.431,07 (-6,42%)
     
  • CMC Crypto 200

    888,52
    -51,42 (-5,47%)
     
  • S&P500

    4.166,45
    -55,41 (-1,31%)
     
  • DOW JONES

    33.290,08
    -533,37 (-1,58%)
     
  • FTSE

    7.017,47
    -135,96 (-1,90%)
     
  • HANG SENG

    28.801,27
    +242,68 (+0,85%)
     
  • NIKKEI

    28.964,08
    -54,25 (-0,19%)
     
  • NASDAQ

    14.103,00
    -62,50 (-0,44%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,0361
    +0,0736 (+1,23%)
     

'Nem nos meus maiores sonhos', declara Túlio Maravilha após ser homenageado pelo Botafogo com estátua

·3 minuto de leitura

"Túlio Maravilha, nós gostamos de você" cantavam os torcedores do Botafogo para celebrar os gols do camisa 7 durante a campanha do título brasileiro de 1995. Mas como diz o ditado popular, "atitudes falam mais que palavras". Sabendo disso, o Botafogo decidiu colocar em ações concretas o apreço pelo ídolo, com a estátua que foi inaugurada nesta sexta-feira no Estádio Nilton Santos. Em entrevista exclusiva para o EXTRA, Túlio falou sobre a importância de receber essa homenagem enquanto vivo.

— Quando eu era garoto lá em Goiás sonhava em ser jogador profissional, jogar em clube grande, jogar no Maracanã lotado e na Seleção Brasileira. Mas nunca passou nos meus maiores sonhos ser imortalizado pelo um clube da grandeza do Botafogo com uma estátua. Queria agradecer a Deus por estar vivo e receber essa homenagem vivo. Muitas vezes as pessoas recebem estátua e nomes de rua quando morrem, mas o Botafogo tem uma política diferente. Foi assim com outros também — disse Túlio.

Essa é a quinta estátua feita pelo alvinegro para celebrar seus ídolos. Antes, as obras dos campeões mundiais Garrincha, Nilton Santos, Jairzinho e Zagallo também foram expostas, mas no setor Oeste do Nilton Santos. A de Túlio é localizada na ala Leste, onde a maior parte da torcida fica nos jogos. Sendo assim, o artilheiro do último título nacional do clube entrou numa espécie de "Top 5" do clube junto de outras lendas do futebol nacional e internacional, o que para ele, aconteceu na hora certa.

— Acho que estou no lugar perfeito. O maior de todos é o Garrincha, incomparável. Depois o Nilton Santos, também não tem o que questionar. Depois vem o Jairzinho, furacão da copa de 70, é a verdadeira Selefogo, e o Zagallo. São quatro ícones a nível mundial. Não é nem a nível nacional. Então eu estar entre esses cinco já é uma honra e um privilégio. Até brinquei que posso morrer tranquilo. Já deixei esse legado para essas futuras gerações que não me viram jogar em 95. Quando virem para o Nilton Santos, vão dar de cara com a história do Tulio Maravilha que honrou a camisa do Botafogo em todos os jogos que esteve — declarou.

No entanto, nem tudo foram flores para o ex-camisa 7 no dia da homenagem. Depois da inauguração, torcedores brincaram nas redes sociais alegando semelhança entre a estátua e o ex-prefeito do Rio de Janeiro Marcelo Crivella. Até montagem fizeram, colocando a foto da escultura ao lado do político. A foto viralizou, mas Maravilha defendeu sua representação.

— Isso é gosto e cada um vê de uma forma diferente. A estátua dificilmente vai ser idêntica. É cobre, chumbo derretido. Fica impossível ser perfeita. Foi assim com a estátua do Cristiano Ronaldo, com a do Renato Gaucho. A do Nilton, Garrincha e Jairzinho também tem as suas particularidades. Não existe estátua perfeita. O que vale é a homenagem e o nome do Tulio Maravilha e a história. Isso que vale para imunizar minha trajetória no Botafogo — concluiu.

Agora as solenidades ficam de lado e o foco dentro do clube volta a ser total para a disputa da série B e o possível retorno para a elite do futebol brasileiro. No próximo domingo (13), o Botafogo recebe o Remo no Raulino de Oliveira, em Volta Redonda, e busca a segunda vitória seguida na competição. Quem pode estrear já nessa partida e usando a mesma camisa 7 de Túlio — que está vaga atualmente — é o atacante Rafael Moura, que esteve presente na cerimônia e se declarou fã do homenageado do dia.

— Ele foi um ídolo botafoguense e da minha geração. Quando criança eu queria fazer aqueles gols que ele fazia. Espero que a gente consiga fazer os gols que ele fez e consiga levar o Botafogo de volta para a Série A — falou He-man.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos