Mercado fechado
  • BOVESPA

    117.380,49
    -948,51 (-0,80%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.126,51
    +442,96 (+0,99%)
     
  • PETROLEO CRU

    52,86
    +0,09 (+0,17%)
     
  • OURO

    1.853,00
    -2,20 (-0,12%)
     
  • BTC-USD

    32.640,26
    +538,18 (+1,68%)
     
  • CMC Crypto 200

    653,79
    -23,11 (-3,41%)
     
  • S&P500

    3.855,36
    +13,89 (+0,36%)
     
  • DOW JONES

    30.960,00
    -36,98 (-0,12%)
     
  • FTSE

    6.638,85
    -56,22 (-0,84%)
     
  • HANG SENG

    30.159,01
    +711,16 (+2,41%)
     
  • NIKKEI

    28.733,37
    -88,92 (-0,31%)
     
  • NASDAQ

    13.459,75
    -15,75 (-0,12%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,6392
    +0,0030 (+0,05%)
     

Nelsinho Piquet não crê em enfraquecimento da Fórmula E após saídas de Audi e BMW

Guto Mauad
·2 minuto de leitura

A Fórmula E sofreu dois grandes baques nesta semana com os anúncios das saídas de Audi e BMW da categoria.

A BMW, que contava Maximillan Günter e Alexander Sims no comando dos seus bólidos havia conquistado três vitórias na última temporada. A Audi, por sua vez, se retira da categoria como equipe de fábrica mas ainda fornecerá seu trem de força para a Virgin até 2023.

Leia também:

Audi vai deixar a Fórmula E após o término da próxima temporada BMW segue Audi e anuncia saída da F-E ao final da próxima temporada F-E: Dragon / Penske confirma Sette Câmara para temporada 2021

Competindo no último fim de semana da temporada 2020 da Porsche Cup, Nelsinho Piquet, primeiro campeão da categoria, falou sobre a 'debandada' dessas grandes montadoras com naturalidade e sobre os ciclos de investimento no automobilismo.

“Difícil falar, mas montadoras sempre tentam fazer estratégias de marketing diferentes. Essas duas marcas estiveram na Fórmula E por alguns anos e é a mesma coisa de equipes na Fórmula 1 que entram e saem, é cíclico.”

Piquet também afirmou que não acredita em um enfraquecimento na categoria dos carros elétricos.

“Eu acho que não está frágil, até porque, teoricamente, a cada ano que passa os carros elétricos vão ficando mais importantes. Às vezes essas marcas já usufruíram da categoria tudo que eles queriam, os gastos na Fórmula E são altos e às vezes os gastos estão maiores do que eles previam pra se manterem competitivos.”

Piquet conquistou o título da Fórmula E na temporada inaugural da categoria, 2014/2015, competindo pela China Racing, hoje NIO 333 FE Team.

Nova parceria com ThePlayer.com, a melhor opção para apostas e diversão no Brasil

Registre-se gratuitamente no ThePlayer.com e acompanhe tudo sobre Fórmula 1 e outros esportes! Você confere o melhor conteúdo sobre o mundo das apostas e fica por dentro das dicas que vão te render muita diversão e também promoções exclusivas. Venha com a gente!

SEXTA-LIVRE: O brilho de Russell e os destaques do dia de atividades pré-GP de Sakhir de Fórmula 1

PODCAST: O 'milagre' Grosjean e o que Pietro Fittipaldi pode fazer em estreia na F1

Your browser does not support the audio element.