Mercado fechará em 3 mins
  • BOVESPA

    111.249,94
    -2.562,93 (-2,25%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.530,26
    -199,54 (-0,41%)
     
  • PETROLEO CRU

    90,30
    -0,20 (-0,22%)
     
  • OURO

    1.760,80
    -10,40 (-0,59%)
     
  • BTC-USD

    21.389,13
    -1.999,85 (-8,55%)
     
  • CMC Crypto 200

    509,00
    -32,61 (-6,02%)
     
  • S&P500

    4.229,62
    -54,12 (-1,26%)
     
  • DOW JONES

    33.716,23
    -282,81 (-0,83%)
     
  • FTSE

    7.550,37
    +8,52 (+0,11%)
     
  • HANG SENG

    19.773,03
    +9,12 (+0,05%)
     
  • NIKKEI

    28.930,33
    -11,77 (-0,04%)
     
  • NASDAQ

    13.260,00
    -263,25 (-1,95%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1887
    -0,0251 (-0,48%)
     

Executiva larga emprego por autoconhecimento e abre negócio de meditação

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Autoconhecimento motiva amigas a abrir um estúdio de meditação (Foto: Getty Images)
Autoconhecimento motiva amigas a abrir um estúdio de meditação (Foto: Getty Images)

Por Melissa Santos

Duas amigas resolveram largar suas profissões para montarem o próprio negócio e colocar em prática o propósito de ajudar outras pessoas, assim como foram ajudadas quando resolveram buscar o autoconhecimento. Essa é a história de Sabrina Costa e Dianeli Gellerm fundadoras do clube de meditação Meditation4you.

Sabrina foi executiva de grandes empresas, como a Vivo, Continetal e GE. Já Dianeli é personal trainer, mas sempre quis ter o próprio negócio e sempre pensou em abrir um negócio próprio. “Depois que passei a buscar o autoconhecimento e a meditar, fiquei com vontade de ter um espaço para isso”, conta Dianeli.

Leia também

Mesmo dentro de grandes corporações, Sabrina começou a pensar em um plano B quando se formou como terapeuta e coach. “Passei a atender em uma sala pequena, bem perto de onde eu morava. Tudo em paralelo com o meu trabalho”, relembra.

Viagem à Índia: o início da virada

Ambas tiveram suas vidas transformadas ao viajar para a Índia, em épocas diferentes. Dianeli começou sua busca por autoconhecimento em 2007. “Foi quando conheci a meditação e comecei a fazer cursos e frequentar retiros. Com a meditação você começa a se libertar de crenças e vive mais livre e leve. E depois que eu despertei para isso, queria proporcionar o mesmo para os outros”, conta.

Já Sabrina sempre foi adepta de cursos e técnicas que buscassem se reconectar consigo mesma. O início dessa busca foi em 2000 com a astrologia, seguido de reike. “Fiz vários cursos e em 2012 nas minhas férias fui para a Índia e me apaixonei. Voltei mais duas vezes e fiquei com essa vontade de levar o autoconhecimento adiante.”

Sabrina Costa e Dianeli Geller, do clube de meditação Meditation4you (Foto: Divulgação)
Sabrina Costa e Dianeli Geller, do clube de meditação Meditation4you (Foto: Divulgação)

Com tantas afinidades em comum, Sabrina e Dianeli se conheceram de cursos e vivências e começaram a se aproximar. “Foi a partir daí que começamos a sonhar com o nosso clube juntas e o negócio começou a tomar forma. A ideia era ter a meditação, além de um espaço que pudesse contemplar outras terapias”, explica Dianeli.

Localizado na região do Planalto Paulista, em São Paulo, o clube de meditação conta com um espaço destinado para as aulas de diversos de tipos de meditação, ioga, além de outros serviços, como reike e constelação familiar.

Para que o negócio virasse realidade, elas investiram R$ 100 mil de economias de muito trabalho e também contaram com um aporte de um investidor. E foi assim que nasceu o Meditation4you.

O custo da mensalidade do clube varia de acordo com o pacote, que pode contemplar tanto as aulas de meditação quanto a técnica e aulas de ioga.

“A programação do tipo de meditação muda. Tem dias que oferecemos mindfulness. Em outro dia, um mantra ou meditação com dança e arte”, explica Dianeli.

Para Sabrina, o maior desafio delas como empreendedoras é mostrar para as pessoas os benefícios da meditação em grupo. “Hoje em dia a meditação está na moda, visto uma série de aplicativos e vídeos no YouTube que estão à disposição de quem tiver interesse no tema. Mas sabemos que meditar em conjunto potencializa o processo. Ter um instrutor conduzindo a prática e uma energia focada nisso faz toda diferença”, explica.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos