Mercado fechado
  • BOVESPA

    110.035,17
    -2.221,19 (-1,98%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    44.592,91
    +282,64 (+0,64%)
     
  • PETROLEO CRU

    61,66
    -1,87 (-2,94%)
     
  • OURO

    1.733,00
    -42,40 (-2,39%)
     
  • BTC-USD

    45.065,64
    -2.532,57 (-5,32%)
     
  • CMC Crypto 200

    912,88
    -20,25 (-2,17%)
     
  • S&P500

    3.811,15
    -18,19 (-0,48%)
     
  • DOW JONES

    30.932,37
    -469,64 (-1,50%)
     
  • FTSE

    6.483,43
    -168,53 (-2,53%)
     
  • HANG SENG

    28.980,21
    -1.093,96 (-3,64%)
     
  • NIKKEI

    28.966,01
    -1.202,26 (-3,99%)
     
  • NASDAQ

    12.905,75
    +74,00 (+0,58%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7583
    +0,0194 (+0,29%)
     

Negócio do sexo: Amsterdã removerá prostitutas de suas famosas vitrines

Marcus Couto
·1 minuto de leitura
Pôsters em Amsterdã. (Foto: Robin Utrecht/SOPA Images/LightRocket via Getty Images)
Pôsters em Amsterdã. (Foto: Robin Utrecht/SOPA Images/LightRocket via Getty Images)

A câmara municipal de Amsterdã, na Holanda, decidiu que removerá do centro da cidade as vitrines onde atualmente prostitutas exibem seus corpos para atrair clientes.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Finanças no Google News

As informações são de reportagem do portal de notícias UOL.

Leia também:

Segundo o texto, a ideia é construir um novo “centro de prostituição”, mas afastado do centro da cidade. O futuro lugar ainda não foi definido.

A decisão de fechar o famoso “distrito da luz vermelha”, perto do porto de Amsterdã, veio de alas conservadoras que desejam “remodelar” a forma de turismo da cidade.

Grupos de apoio ao distrito como existe hoje argumentam que a mudança poderia dificultar a vida das prostitutas, que encontram nesse trabalho uma forma de se sustentar.

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

Siga o Yahoo Finanças no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube