Mercado fechado

Negociações do Tesouro Direto são reabertas

Wellton Máximo – Repórter da Agência Brasil

Suspensas desde o fim da manhã de ontem (12), as negociações do Tesouro Direto – programa que permite a venda e compra de títulos públicos a pessoas físicas pela internet – foram reabertas no início da tarde de hoje (13). Os papéis estão sendo vendidos com taxas mais altas, refletindo a instabilidade no mercado financeiro.

Entre os títulos corrigidos pela inflação, o Tesouro IPCA+ com vencimento em 2035 pagava taxa real (descontando a inflação) de 4,13% ao ano por volta das 16h. O juro real (sem a inflação) está inferior ao prêmio de 4,78% ao ano divulgado ontem, mas continua maior que a taxa real de 3,37% ao ano registrada na última sexta-feira (6). O Tesouro IPCA+2026 pagava prêmio real de 3,52% ao ano. Embora seja menor que o prêmio de 4,25% ao ano oferecido ontem, a taxa ainda está superior aos 2,57% ao ano registrados no fim da semana passada.

Com juros fixos definidos no momento da emissão, os papéis prefixados, que ontem pagavam prêmios superiores a 9% ao ano, ofereciam juros de 8,19% ao ano no caso de títulos com vencimento em 2031 e com pagamento de juros semestrais.

Novidade

Em momentos de volatilidade no mercado financeiro, o Tesouro Nacional suspende as negociações do Tesouro Direto. Segundo o órgão, isso é necessário para impedir que os pequenos investidores sofram prejuízos com o descolamento em relação aos preços do mercado secundário, onde grandes investidores trocam de papéis. Os preços do Tesouro Direto são atualizados três vezes por dia, enquanto as taxas do mercado secundário variam o tempo todo.

Para impedir a interrupção completa das negociações em momentos de instabilidade, a partir de hoje (13) os investidores do Tesouro Direto poderão comprar e vender normalmente os títulos Tesouro Selic, vinculados à taxa básica de juros da economia, mesmo quando as negociações com o restante dos títulos do programa estiverem suspensas. Atualmente, esses papéis correspondem a pouco mais de um terço do estoque de títulos do programa.

Diferentemente dos títulos prefixados e corrigidos pela inflação, o Tesouro Selic é usado como reserva de emergência porque segue a variação dos juros básicos e não está sujeito às oscilações do mercado secundário. Segundo o Tesouro Nacional, a negociação permanente desses papéis resulta de uma força-tarefa entre as equipes do Tesouro Nacional e da B3, a bolsa de valores brasileira.