Mercado abrirá em 3 h 37 min
  • BOVESPA

    110.611,58
    -4.590,65 (-3,98%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.075,41
    +732,87 (+1,58%)
     
  • PETROLEO CRU

    65,46
    +0,41 (+0,63%)
     
  • OURO

    1.699,90
    +21,90 (+1,31%)
     
  • BTC-USD

    54.031,74
    +4.500,21 (+9,09%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.089,76
    +65,56 (+6,40%)
     
  • S&P500

    3.821,35
    -20,59 (-0,54%)
     
  • DOW JONES

    31.802,44
    +306,14 (+0,97%)
     
  • FTSE

    6.732,69
    +13,56 (+0,20%)
     
  • HANG SENG

    28.773,23
    +232,40 (+0,81%)
     
  • NIKKEI

    29.027,94
    +284,69 (+0,99%)
     
  • NASDAQ

    12.528,50
    +231,25 (+1,88%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,9831
    +0,0233 (+0,33%)
     

Negociações finais da OMC para selecionar novo líder estão em andamento, dizem delegados

Emma Farge
·1 minuto de leitura
Sede da OMC em Genebra

Por Emma Farge

GENEBRA (Reuters) - Os membros da Organização Mundial do Comércio estão conduzindo as consultas finais esta semana para a seleção de um novo diretor-geral, e devem endossar a candidata da Nigéria em sua próxima reunião formal, disseram delegados nesta segunda-feira.

Os Estados Unidos apoiaram a ex-ministra das Finanças nigeriana Ngozi Okonjo-Iweala na sexta-feira, revertendo sua oposição anterior e levando-a a expressar otimismo sobre sua nomeação.

Em outro passo positivo, a ministra do Comércio da Coreia do Sul, Yoo Myung-hee, a ex-rival que desistiu da corrida pelo cargo na semana passada, disse em um tuíte nesta segunda-feira que "trabalhará em estreita colaboração com o novo diretor-geral", sugerindo que Seul não tentará vetar Okonjo-Iweala.

O presidente do principal órgão de tomada de decisões da OMC, David Walker, enviou um comunicado aos membros nesta segunda-feira dizendo que planeja consultas urgentes para o próximo diretor-geral, e fixará uma data para tomar uma decisão, de acordo com duas fontes que viram o documento.

A decisão requer consenso de todos os 164 membros.