Mercado fechará em 2 h 14 min
  • BOVESPA

    117.181,61
    +951,49 (+0,82%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.820,76
    -225,82 (-0,49%)
     
  • PETROLEO CRU

    87,76
    +1,24 (+1,43%)
     
  • OURO

    1.719,90
    -10,60 (-0,61%)
     
  • BTC-USD

    20.197,81
    +243,79 (+1,22%)
     
  • CMC Crypto 200

    457,75
    -0,66 (-0,14%)
     
  • S&P500

    3.777,37
    -13,56 (-0,36%)
     
  • DOW JONES

    30.251,49
    -64,83 (-0,21%)
     
  • FTSE

    7.052,62
    -33,84 (-0,48%)
     
  • HANG SENG

    18.087,97
    +1.008,46 (+5,90%)
     
  • NIKKEI

    27.120,53
    +128,32 (+0,48%)
     
  • NASDAQ

    11.584,25
    -56,50 (-0,49%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1344
    -0,0335 (-0,65%)
     

Nave que vai se chocar contra asteroide envia primeira foto de seu "alvo"

A sonda DART (Double Asteroid Redirection Test), da NASA, acaba de enviar sua primeira foto de Dimorphos, o asteroide com o qual irá colidir no fim de setembro, junto do asteroide Didymos. A imagem é um mosaico composto por mais de 240 diferentes capturas feitas no dia 27 de julho, mas foi somente nesta quarta-feira (7) que a NASA a divulgou.

A foto foi tirada pelo instrumento Didymos Reconnaissance and Asteroid Camera for Optical Navigation (DRACO) , que fez o registro quando a nave estava a cerca de 30 milhões de quilômetros dos asteroides. Como a nave estava bem longe, eles parecem ser um único pontinho de luz.

Confira:

O asteroide Didymos e sua lua Dimorphos em foto da DART (Imagem: Reprodução/NASA JPL DART Navigation Team)
O asteroide Didymos e sua lua Dimorphos em foto da DART (Imagem: Reprodução/NASA JPL DART Navigation Team)

Elena Adams, engenheira de sistemas da missão DART, explicou em um comunicado que este primeiro conjunto de imagens servirá para testar as técnicas de captura de imagens da sonda. “A qualidade da foto é parecida com o que conseguiríamos com telescópios em solo, mas é importante para mostrar que o DRACO está funcionando”, disse.

As imagens mostram também que o DRACO conseguiu identificar seu alvo e, se necessário, poderá ser ajustado antes que a equipe comece a usar as fotos para direcionar a nave até as rochas espaciais. Embora eles já tenham executado várias simulações com imagens de Didymos não capturadas pelo DRACO, a DART terá que contar com seus próprios recursos para chegar ao seu alvo.

Lançada no fim do ano passado, a DART é a primeira missão do mundo que testará uma técnica de defesa planetária contra asteroides. Para isso, ela irá se chocar contra Dimorphos para alterar levemente seu movimento no espaço — e, se tudo correr bem, a missão demonstrará que é possível enviar uma nave capaz de navegar autonomamente até um alvo desejado, para se chocar contra ele. A técnica poderá servir para desviar asteroides em rota de colisão com a Terra, caso algum deles seja descoberto.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: