Mercado abrirá em 5 h 43 min
  • BOVESPA

    110.909,61
    +2.127,46 (+1,96%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.174,06
    -907,27 (-1,78%)
     
  • PETROLEO CRU

    78,62
    +0,42 (+0,54%)
     
  • OURO

    1.766,80
    +3,10 (+0,18%)
     
  • BTC-USD

    16.859,98
    +378,86 (+2,30%)
     
  • CMC Crypto 200

    400,64
    +11,92 (+3,07%)
     
  • S&P500

    3.957,63
    -6,31 (-0,16%)
     
  • DOW JONES

    33.852,53
    +3,07 (+0,01%)
     
  • FTSE

    7.512,00
    +37,98 (+0,51%)
     
  • HANG SENG

    18.232,89
    +28,21 (+0,15%)
     
  • NIKKEI

    27.956,93
    -70,91 (-0,25%)
     
  • NASDAQ

    11.532,00
    +7,25 (+0,06%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,4671
    +0,0105 (+0,19%)
     

Nave Orion filma o espaço com a Lua de fundo; veja vídeos

A cápsula Orion capturou imagens incríveis da Lua enquanto seguia viagem ao nosso satélite natural, por meio da missão Artemis I. Na última semana, a NASA e a Agência Espacial Europeia (ESA) publicaram um vídeo que traz alguns destes registros que mostram a Lua parcialmente iluminada à distância, enquanto a estrutura da nave completa o restante da imagem.

A Artemis I foi lançada pelo foguete Space Launch System no dia 16. Segundo a NASA, o vídeo foi produzido no terceiro dia da missão, quando a Orion ajustou seus painéis solares e fotografou a Lua com uma câmera, instalada na ponta de um deles.

Confira:

As imagens foram capturadas cerca de dois dias após o lançamento da missão. “Hoje, nos encontramos para avaliar a performance da Orion, e ela está excedendo as expectativas de performance”, comemorou Mike Sarafin, gerente da missão, no terceiro dia de voo da Orion.

Com as câmeras, os controladores de voo analisaram o sistema de proteção térmica do módulo da tripulação e do Módulo de Serviço Europeu. Eles realizaram a análise durante o início da missão para conseguir imagens antecipadas da superfície externa dela após atravessar parte da órbita terrestre com grande quantidade de lixo espacial.

Uma nova análise será realizada durante o voo de retorno à Terra, para analisarem a situação da nave Orion antes da reentrada na atmosfera. Naquele momento, as câmeras dos painéis solares vão tirar naves de toda a sua estrutura, permitindo que os especialistas identifiquem impactos de micrometeoroides ou de lixo espacial.

Em outra publicação, a NASA trouxe um vídeo com imagens capturadas horas após o lançamento, que mostram a Terra parcialmente iluminada ao fundo, enquanto a nave avança rumo à Lua.

Veja abaixo:

No início de sábado (19), a nave Orion estava a cerca de 149 mil km da Lua. Já na manhã desta segunda-feira (21), a cápsula acionou seus motores para realizar uma manobra, ficando a cerca de 130 km da superfície lunar durante a aproximação máxima. Ela finalizou o acionamento dos propulsores no lado afastado do nosso satélite natural, interrompendo temporariamente a comunicação.

Com a aproximação, a Orion ajustou sua trajetória para iniciar em cerca de quatro dias a órbita retrógrada distante (DRO) ao redor da Lua. Enquanto estiver na DRO, a Orion orbitará a Lua em uma trajetória estável até o início de dezembro, quando iniciará sua viagem de volta para a Terra.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: