Mercado abrirá em 52 mins
  • BOVESPA

    129.441,03
    -634,97 (-0,49%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.286,46
    +400,16 (+0,79%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,30
    +0,39 (+0,55%)
     
  • OURO

    1.855,70
    -23,90 (-1,27%)
     
  • BTC-USD

    39.113,34
    +3.038,85 (+8,42%)
     
  • CMC Crypto 200

    973,80
    +31,99 (+3,40%)
     
  • S&P500

    4.247,44
    +8,26 (+0,19%)
     
  • DOW JONES

    34.479,60
    +13,40 (+0,04%)
     
  • FTSE

    7.146,50
    +12,44 (+0,17%)
     
  • HANG SENG

    28.842,13
    +103,23 (+0,36%)
     
  • NIKKEI

    29.161,80
    +213,07 (+0,74%)
     
  • NASDAQ

    14.037,25
    +43,00 (+0,31%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1820
    -0,0106 (-0,17%)
     

Natureza urbana contribui para melhoria na saúde das pessoas

·2 minuto de leitura
Natureza urbana contribui para melhoria na saúde das pessoas
Natureza urbana contribui para melhoria na saúde das pessoas

Você pode não saber ou não perceber que o parque e regiões arborizadas da sua cidade estão ajudando a melhorar a sua saúde. A informação foi concluída a partir de um novo artigo por pesquisadores da Universidade de Stanford. A pesquisa mostra como o contato com a natureza aumenta a atividade física das pessoas e assim a saúde ao todo.

Nos Estados Unidos, a falta de atividade física resulta cerca de US$ 117 bilhões por ano quando o assunto é cuidar da saúde e leva ainda em média 3,2 milhões de mortes no planeta. O estudo sanaa a dúvida sobre a forma como a construção da natureza nas cidades pode gerar ou promover a sensação de bem estar das pessoas.

“Durante o ano passado de restrições de abrigo no local, aprendemos como pode ser valioso e gratificante passar tempo ao ar livre na natureza, especialmente para os moradores da cidade”, informou o autor do estudo, Roy Remme, que é pesquisador de pós-doutorado no Stanford Natural Capital Project.

Nos centros urbanos, a natureza fornece sombra refrescante para as ruas dos bairros e também absorção da água da chuva para reduzir asa chances de inundações. Além disso, a atividade física melhora a saúde, com isso, espaços como parques aumentam a prática de exercícios.

A equipe considera as atividades como passear com o cachorro, correr, andar de bicicleta e jardinagem apoiadas pelos espaços naturais das cidades. De calçadas arborizadas a parques e orlas, eles criaram uma estrutura para mapear os benefícios físicos à saúde da natureza urbana, explorando o modo como as pessoas podem optar agir.

Portanto, a pesquisa serve como base para um novo modelo de saúde no software Natural Capital Project e foi usado para informar uma avaliação de 775 cidades da Europa para entender o potencial das soluções baseadas na natureza urbana para lidar com as mudanças climáticas.

“A experiência da natureza urbana aumenta a memória, a atenção e a criatividade, bem como a felicidade, o envolvimento social e um senso de significado na vida”, argumentou Gretchen Daily, autora sênior do artigo e diretora do Stanford Natural Capital Project.

Leia mais:

Fonte: Medical Xpress

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!