Mercado fechado
  • BOVESPA

    102.224,26
    -3.586,99 (-3,39%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.492,52
    -1.132,48 (-2,24%)
     
  • PETROLEO CRU

    68,15
    -10,24 (-13,06%)
     
  • OURO

    1.785,50
    +1,20 (+0,07%)
     
  • BTC-USD

    54.374,01
    -3.557,81 (-6,14%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.365,60
    -89,82 (-6,17%)
     
  • S&P500

    4.594,62
    -106,84 (-2,27%)
     
  • DOW JONES

    34.899,34
    -905,04 (-2,53%)
     
  • FTSE

    7.044,03
    -266,34 (-3,64%)
     
  • HANG SENG

    24.080,52
    -659,64 (-2,67%)
     
  • NIKKEI

    28.751,62
    -747,66 (-2,53%)
     
  • NASDAQ

    16.051,00
    -315,00 (-1,92%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3485
    +0,1103 (+1,77%)
     

Natura eleva participação de produtos veganos no portfólio

·1 min de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A Natura anuncia nesta semana que elevou em seis pontos percentuais a participação de produtos veganos no portfólio em relação ao ano passado, chegando ao patamar de 90%. A meta é alcançar 100% nos próximos anos.

A empresa diz que o avanço aconteceu após um processo de revisão colocado em prática no último ano em toda a cadeia de fornecimento, desde a obtenção da matéria-prima.

O último componente não vegano que ainda faz parte do portfólio da marca em alguns itens como batons e máscara para cílios é a cera de abelha, considerada um derivado. Segundo a empresa, o trabalho de inovação e pesquisa para a substituição tem avançado, e o insumo já deixou de ser usado em novas formulações.

A Natura afirma que um dos critérios para a definição de vegano é a eliminação do uso de testes em animais, prática que deixou de realizar desde 2006.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos