Mercado fechado
  • BOVESPA

    108.941,68
    -160,31 (-0,15%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.599,38
    -908,97 (-1,73%)
     
  • PETROLEO CRU

    84,83
    -0,72 (-0,84%)
     
  • OURO

    1.836,10
    -6,50 (-0,35%)
     
  • BTC-USD

    36.597,98
    -3.200,50 (-8,04%)
     
  • CMC Crypto 200

    870,86
    +628,18 (+258,85%)
     
  • S&P500

    4.397,94
    -84,79 (-1,89%)
     
  • DOW JONES

    34.265,37
    -450,02 (-1,30%)
     
  • FTSE

    7.494,13
    -90,88 (-1,20%)
     
  • HANG SENG

    24.965,55
    +13,20 (+0,05%)
     
  • NIKKEI

    27.522,26
    -250,67 (-0,90%)
     
  • NASDAQ

    14.411,00
    -430,00 (-2,90%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1900
    +0,0599 (+0,98%)
     

Nassim Taleb critica o Bitcoin após queda de 20%

·2 min de leitura

Nassim Taleb, autor dos livros O Cisne Negro e Arriscando a Própria Pele, novamente aproveitou a correção de preço do Bitcoin para criticar a maior criptomoeda do mundo. Segundo ele, o Bitcoin não é moeda e não serve para nada.

Esta sua postura está repetindo-se toda vez que o bitcoin sofre uma queda. Na semana passada, Taleb também fez questão de ir ao Twitter falar mal do Bitcoin, mesmo com uma pequena queda na data.

Apesar disso, Taleb parece não estar olhando o preço do Bitcoin como um todo. Afinal mesmo com a queda, o Bitcoin está apresentando uma alta de 142% em relação a dezembro de 2020.

Se emocionou

Quem conhece o Bitcoin há mais tempo, já deve estar acostumado com a volatilidade que faz o preço da moeda mover-se rapidamente em ambas direções. Isso deve-se ao fato de ser um mercado aberto para todos e sem interferências.

O movimento destas últimas semanas também é bem similar a queda de maio, onde o BTC caiu 50% em duas semanas, após atingir sua alta histórica na época.

Apesar do ótimo desempenho do BTC, tanto no ano quanto na década, Nassim Taleb aparece nas redes sociais apenas em momentos de correção de preço que, como mencionado acimas, são comuns desde o início das negociações.

“Então parece que
1- Bitcoin não é uma proteção contra adversidades
2- Bitcoin não é uma proteção contra a inflação
3- Bitcoin não é uma proteção contra a deflação
4- Bitcoin não é moeda
5- Bitcoin não é nada”

O tweet de Taleb também conta com uma manchete do Bloomberg, onde ele próprio destaca as palavras “aversão ao risco”, indicando que investir em Bitcoin ainda é mais um risco do que uma proteção.

Ótima oportunidade

Se o Bitcoin ainda é um ativo de risco, então ainda é uma ótima oportunidade. Afinal, sem riscos não há retorno.

Com uma crescente adoção sem marketing pago, feito puramente por pessoas cansadas do atual sistema monetário estatal, o Bitcoin vem, ano após ano, assumindo um papel cada vez maior no cenário econômico mundial.

A moeda que previamente era usada apenas por cypherpunks, agora já está presente na carteira do CEO da Apple, no caixa da Tesla e nas ruas de El Salvador, podendo ir muito além.

Em relação a recente queda, precisamos ver o Bitcoin como um todo. Mesmo não conseguindo romper a sua alta histórica de maio e com a recente queda, a jornada do BTC está longe de ser um fracasso, muito pelo contrário.

Preço do BTC, mensal, 2011 a 2021. Fonte: TradingView.
Preço do BTC, mensal, 2011 a 2021. Fonte: TradingView.

Fonte: Livecoins

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos