Mercado abrirá em 3 h 5 min
  • BOVESPA

    115.882,30
    -581,70 (-0,50%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    44.262,01
    -791,59 (-1,76%)
     
  • PETROLEO CRU

    52,40
    -0,45 (-0,85%)
     
  • OURO

    1.839,50
    -9,40 (-0,51%)
     
  • BTC-USD

    31.187,38
    -662,41 (-2,08%)
     
  • CMC Crypto 200

    629,11
    +1,45 (+0,23%)
     
  • S&P500

    3.750,77
    -98,85 (-2,57%)
     
  • DOW JONES

    30.303,17
    -633,83 (-2,05%)
     
  • FTSE

    6.479,98
    -87,39 (-1,33%)
     
  • HANG SENG

    28.550,77
    -746,76 (-2,55%)
     
  • NIKKEI

    28.197,42
    -437,79 (-1,53%)
     
  • NASDAQ

    12.962,25
    -143,25 (-1,09%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,5480
    -0,0057 (-0,09%)
     

Nasdaq encerra em máxima histórica com investidores à espera de estímulos

Karen Pierog e Noel Randewich
·2 minuto de leitura
Fachada frontal da Bolsa de Valores de Nova York

Por Karen Pierog e Noel Randewich

(Reuters) - Wall Street subiu nesta quarta-feira, com o Nasdaq fechando em nível recorde, enquanto investidores aguardavam um potencial pacote fiscal de estímulo econômico e depois que o Federal Reserve repetiu promessa de manter sua taxa básica de juros perto de zero.

As ações negociaram em território positivo depois que o Fed prometeu continuar injetando dinheiro nos mercados financeiros para combater a recessão, mesmo com as perspectivas dos formuladores de política monetária para o próximo ano melhorando após a distribuição inicial de uma vacina contra o coronavírus.

"Na medida em que estamos vendo um ligeiro aumento (nas ações) após a reunião, isso provavelmente reflete confiança contínua por parte dos investidores, que acreditam que baixas taxas de juros por um período prolongado fornecem suporte aos preços das ações mesmo nesses níveis elevados", disse Rick Meckler, sócio na Cherry Lane Investments em New Vernon, Nova Jersey.

Ganhos em ações do setor de tecnologia, muitas das quais se beneficiaram das mudanças nos hábitos de consumo por causa da pandemia, impulsionaram o Nasdaq para um nível recorde. Os papéis da Microsoft tiveram alta de 2,4%.

No Congresso dos EUA, negociadores estavam mais perto de um projeto de lei de alívio à Covid-19 de 900 bilhões de dólares que incluirá cheques de estímulo entre 600 e 700 dólares e extensão de benefícios a desempregados. O Congresso poderia começar a votar em 24 horas, afirmaram parlamentares e assessores.

Dados mostraram que as vendas no varejo dos EUA caíram 1,1% no mês passado em relação a outubro, à medida que novas infecções por coronavírus e a diminuição da renda familiar pesaram sobre os gastos.

O índice de companhias aéreas do S&P 500 recuou 1,8%, depois que o JPMorgan anunciou múltiplos rebaixamentos na recomendação para o setor, mencionando valuations.

O índice Dow Jones caiu 0,15%, a 30.155 pontos, enquanto o S&P 500 ganhou 0,177285%, a 3.701 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq avançou 0,5%, a 12.658 pontos.