Mercado fechará em 1 h 2 min
  • BOVESPA

    110.466,47
    -443,14 (-0,40%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.593,25
    +419,19 (+0,84%)
     
  • PETROLEO CRU

    80,35
    +2,15 (+2,75%)
     
  • OURO

    1.767,10
    +3,40 (+0,19%)
     
  • BTC-USD

    16.788,24
    +396,85 (+2,42%)
     
  • CMC Crypto 200

    398,54
    -2,16 (-0,54%)
     
  • S&P500

    3.945,24
    -12,39 (-0,31%)
     
  • DOW JONES

    33.644,29
    -208,24 (-0,62%)
     
  • FTSE

    7.573,05
    +61,05 (+0,81%)
     
  • HANG SENG

    18.597,23
    +392,55 (+2,16%)
     
  • NIKKEI

    27.968,99
    -58,85 (-0,21%)
     
  • NASDAQ

    11.526,00
    +1,25 (+0,01%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,4220
    -0,0346 (-0,63%)
     

Nasdaq dispara mais de 5% após alívio na inflação alimentar apostas de aumentos menores de juros

Operadores no pregão da Bolsa de Valores de Nova York (NYSE), EUA

Por Devik Jain e Ankika Biswas

(Reuters) - O Nasdaq subia mais de 5% nesta quinta-feira depois de dados mostrarem que os preços ao consumidor nos Estados Unidos aumentaram menos do que o esperado em outubro, alimentando expectativas de que o Federal Reserve possa reduzir o tamanho de suas futuras altas de juros.

O Departamento do Trabalho informou que os preços ao consumidor avançaram 7,7% nos 12 meses até outubro, enquanto o núcleo do índice, que exclui os preços voláteis de alimentos e energia, aumentou 6,3% na mesma base.

Economistas consultados pela Reuters esperavam altas de 8% e 6,5%, respectivamente.

"É um bom sinal para o Fed... está tudo indo na direção que o Fed quer", disse Robert Pavlik, gerente sênior de portfólio da Dakota Wealth.

"Considerando apenas estes dados, isso permitiria ao Fed aumentar os juros em apenas 0,50 ponto percentual, em vez de 0,75 ponto na próxima reunião."

Os dados levaram os operadores a ajustar suas apostas de aumento dos juros, com as chances de um aumento de 0,50 ponto em dezembro saltando para mais de 70%, de 45% antes de os dados serem divulgados.

Às 12:23 (de Brasília), o índice Dow Jones subia 2,67%, a 33.383,02 pontos, enquanto o S&P 500 ganhava 4,15%, a 3.904,32 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq Composite avançava 5,65%, a 10.938,23 pontos.