Nasce UnX, a primeira comunidade ibero-americana de empreendedores digitais

Barcelona, 26 fev (EFE).- UnX é o nome da primeira comunidade ibero-americana criada para oferecer aos empreendedores digitais uma plataforma na qual é possível aprender e compartilhar as conquistas e experiências.

O projeto foi iniciado como prova piloto em outubro na Espanha e agora cruza o Atlântico para chegar à América Latina com conteúdos em espanhol e português, segundo explicaram nesta terça-feira os responsáveis do projeto no Mobile World Congress realizado em Barcelona (nordeste).

Na UnX, os membros podem trocar experiências e conhecimentos profissionais e, sobretudo, ter acesso, de forma totalmente gratuita, aos catálogos "em massa" de cursos através da internet desenvolvidos por professores prestigiados.

O projeto inicia seu caminho internacional pelas mãos de destacadas empresas e instituições, como a Universidade Nacional de Educação à Distância (UNED) da Espanha, Telefônica, Banco Santander, Universia, Instituto Tecnológico de Massachusetts (MIT) e a Fundação Centro Superior para o Ensino Virtual.

Os empreendedores que se incorporarem a esta rede poderão escolher entre diferentes cursos e conteúdos de vanguarda que poderão seguir de forma flexível e colaborativa.

"Hoje se inicia uma nova época. É um passo muito adiante em algo fundamental como a formação e o empreendimento", afirmou o presidente da Telefônica, César Alierta.

Alierta destacou, além disso, que "a sociedade é cada vez mais digital" e que esta plataforma oferece "uma oportunidade fantástica" para formar empreendedores para que eles adquiram mais conhecimentos para iniciar suas empresas.

O presidente da Telefônica reiterou o compromisso da companhia com a região ibero-americana e com a formação de um coletivo chave para a economia como são os empreendedores.

No mundo anglo-saxão, propostas como Coursera, Udacity e P2PU formam desde o ano passado milhares de pessoas de forma gratuita e sem barreiras através do computador.

A UnX segue a esteira destas iniciativas e pretende se transformar na comunidade de referência na Espanha e na América Latina, posicionando o espanhol e o português como as principais línguas no mundo da formação aberta através da internet.

Os criadores do projeto lembraram, neste sentido, que a comunidade ibero-americana representa 9,2% da população mundial, com quase 600 milhões de pessoas.

O primeiro curso de formação oferecido pela UnX é dedicado à concepção de aplicações móveis.

"Este é um expoente claro de uma nova forma de aprender", apontou o executivo-chefe da rede Universia, Jaume Pagès.

Para se somar a esta comunidade, os interessados têm que entrar no site www.redunx.es e fazer o registro. EFE

Carregando...