Mercado fechado

NASA vai enviar balões com bactéria resistente para fora do planeta; entenda por quê

Montana State University/Divulgação

Acontece na próxima segunda-feira, 21, um eclipse solar que poderá ser visto de diversas partes do mundo. E a agência espacial dos Estados Unidos, A

O projeto, que recebeu o nome de “Eclipse Balloning Project”, vai levar uma amostra da Paenibacillus xerothermodurans, uma espécie bastante resistente de bactéria, em pedaços de alumínio colocados na parte de fora do balão, a mais de 24 mil metros da Terra. A ideia é testar o organismo na estratosfera, que é parecida com a superfície de Marte, ajudando a entender o que acontecerá no planeta vermelho.

Todo cuidado é pouco

Em entrevista ao Gizmodo, a líder do projeto e diretora do Montana Space Grant Consortium, Angela Des Jardins, conta que é preciso ter muito cuidado ao manipular e transportar bactérias e outros mecanismos para outros planetas. “Enquanto a maioria dessas pequenas formas de vida que existem em abundância ao redor de nós não sobreviveria em uma viagem através do espaço, é sabido que alguns tipos resistentes podem ‘ficar dormentes’ durante a viagem e entrar sobreviver na superfície de outro planeta. Além disso, para estar preparado para manter os planetas que visitarmos intactos, é importante entender como uma bactéria se comportaria lá”, afirma.

Mais experiências

Os balões vão contar ainda com algumas câmeras, para capturar imagens que ajudem a entender como funciona a formação de nuvens durante o eclipse, e rádiosondas, estações de meteorologia que ajudarão a eplicar como a atmosfera responde ao fenômeno.