Mercado fechará em 4 h 55 min
  • BOVESPA

    100.999,74
    +2.327,48 (+2,36%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.789,85
    +48,35 (+0,10%)
     
  • PETROLEO CRU

    109,06
    +1,44 (+1,34%)
     
  • OURO

    1.826,90
    -3,40 (-0,19%)
     
  • BTC-USD

    20.796,71
    -586,65 (-2,74%)
     
  • CMC Crypto 200

    453,24
    -8,55 (-1,85%)
     
  • S&P500

    3.915,06
    +3,32 (+0,08%)
     
  • DOW JONES

    31.519,04
    +18,36 (+0,06%)
     
  • FTSE

    7.259,78
    +50,97 (+0,71%)
     
  • HANG SENG

    22.229,52
    +510,46 (+2,35%)
     
  • NIKKEI

    26.871,27
    +379,30 (+1,43%)
     
  • NASDAQ

    12.129,00
    -11,50 (-0,09%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5279
    -0,0245 (-0,44%)
     

NASA testará um sistema de navegação tipo GPS na Lua

A tecnologia experimental da NASA será entregue pelo Blue da Firefly Aerospace a partir de 2024
A tecnologia experimental da NASA será entregue pelo Blue da Firefly Aerospace a partir de 2024
  • A NASA quer melhorar a navegação e a segurança em viagens espaciais

  • A tecnologia experimental deve ser implantada em 2024

  • Depois de pousar na Lua, o receptor implantará uma antena no satélite

Já faz quase 54 anos que a missão Apollo 8 levou três astronautas em uma jornada ao redor da Lua. Para uma missão tão distante, a navegação era o maior fator apreensão.

Atualmente, considerando as próximas missões Artemis da NASA para lua, a agência espacial está mais uma vez pensando na navegação e no tema da segurança. É por isso que a corporação está desenvolvendo uma forma de se guiar através do Sistema Global de Navegação por Satélite da Terra.

Ele é definido pela definido como uma constelação de satélites que permite determinar o posicionamento e localização de um veículo ou receptor em qualquer lugar do globo, seja em terra, mar ou ar. O sistema GNSS mais utilizado é o GPS, operado pela Força Espacial dos Estados Unidos.

A tecnologia experimental será entregue pelo Blue da Firefly Aerospace a partir de 2024. O GNSS Lunar Receiver Experiment (LuGRE) da NASA, desenvolvido em parceria com a Agência Espacial Italiana (ASI), tentará calcular as primeiras correções de posição durante uma viagem à Lua, bem como na superfície lunar.

O receptor também realizará experimentos de navegação em diferentes altitudes e em órbita ao redor do satélite natural. Depois de pousar na Lua com o Blue Ghost, o receptor implantará uma antena e coletará dados por 12 dias, ou possivelmente mais. Essas informações serão transmitidas para a Terra e usadas ​​para desenvolver sistemas GNSS lunares operacionais para futuras missões.

“Isso melhorará muito a precisão e a resiliência do que estava disponível durante as missões Apollo e permitirá equipamentos e cenários operacionais mais flexíveis”, explica o vice-diretor de políticas e comunicações estratégicas do programa Space Communications and Navigation (SCaN) da NASA.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos