Mercado abrirá em 29 mins
  • BOVESPA

    106.471,92
    +579,92 (+0,55%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    46.723,43
    -192,77 (-0,41%)
     
  • PETROLEO CRU

    88,03
    -0,98 (-1,10%)
     
  • OURO

    1.800,50
    +9,30 (+0,52%)
     
  • BTC-USD

    24.123,93
    +1.045,69 (+4,53%)
     
  • CMC Crypto 200

    563,64
    +28,42 (+5,31%)
     
  • S&P500

    4.145,19
    -6,75 (-0,16%)
     
  • DOW JONES

    32.803,47
    +76,67 (+0,23%)
     
  • FTSE

    7.479,74
    +40,00 (+0,54%)
     
  • HANG SENG

    20.045,77
    -156,17 (-0,77%)
     
  • NIKKEI

    28.249,24
    +73,37 (+0,26%)
     
  • NASDAQ

    13.320,25
    +91,50 (+0,69%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2274
    -0,0392 (-0,74%)
     

NASA testa nova versão de propulsor do foguete SLS; veja o vídeo

Uma nova versão em escala real do propulsor auxiliar do foguete Space Launch System (SLS), da NASA, foi testada nesta quinta-feira (21). O procedimento foi conduzido pela Northrop Grumman, empresa contratada pela agência espacial para desenvolver os componentes, e durou cerca de dois minutos. Entre os objetivos do teste, estavam a demonstração de um novo dispositivo de ignição do motor e de um sistema de vetoração de empuxo para uso em versões futuras do SLS.

Posicionado em um estande na horizontal, o propulsor de 46 m de extensão foi acionado e gerou aproximadamente 3,6 milhões de libras de empuxo quando alcançou a potência máxima; a temperatura de exaustão passou dos 2.000 ºC. “O motor foi acionado por 126 segundos, o tempo que irá alimentar os foguetes do programa Artemis durante o lançamento e o início do voo”, disse Julia Khodabandeh, líder da equipe de propulsores do SLS.

Abaixo, você confere o vídeo do teste:

Segundo Bruce Tiller, gerente de programa de desenvolvimento dos propulsores, “este teste em solo, em particular, vai demonstrar alguns novos materiais, um sistema de direcionamento completamente novo e uma nova forma de acionar o motor”, disse. “Os dados desse teste vão aprimorar nosso novo projeto do propulsor para futuras missões, que vão nos levar mais longe do que nunca no espaço profundo”.

O teste FSB-2 (sigla para “Flight Support Booster”) foi desenhado para ajudar os engenheiros a avaliar novos materiais, processos e melhorias para propulsores sólidos, que serão usados em versões futuras do poderoso foguete SLS, um dos elementos mais importantes do programa Artemis. Assim, algumas das mudanças no design do motor testadas durante o FSB-2 podem ser introduzidas já no nono voo do SLS.

Os propulsores auxiliares que serão usados nas três primeiras missões do SLS estão prontos ou em construção — tanto a NASA quanto a Northrop Grumman estão inicialmente usando partes de propulsores dos ônibus espaciais, que devem atender oito voos do SLS. Eles eram reutilizados durante o antigo programa, mas serão descartados após cada missão do novo foguete.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos