Mercado fechará em 6 h 15 min
  • BOVESPA

    112.851,31
    -661,07 (-0,58%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.801,68
    0,00 (0,00%)
     
  • PETROLEO CRU

    86,74
    +0,21 (+0,24%)
     
  • OURO

    1.784,10
    -5,60 (-0,31%)
     
  • BTC-USD

    23.532,24
    -410,77 (-1,72%)
     
  • CMC Crypto 200

    559,62
    -13,19 (-2,30%)
     
  • S&P500

    4.270,49
    -34,71 (-0,81%)
     
  • DOW JONES

    33.950,73
    -201,28 (-0,59%)
     
  • FTSE

    7.510,53
    -25,53 (-0,34%)
     
  • HANG SENG

    19.922,45
    +91,93 (+0,46%)
     
  • NIKKEI

    29.222,77
    +353,86 (+1,23%)
     
  • NASDAQ

    13.523,25
    -135,00 (-0,99%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2825
    +0,0507 (+0,97%)
     

NASA suspende leilão de poeira lunar digerida por baratas

NASA suspendeu leilão de poeira lunar da missão Apollo 11 que foi comida por baratas em experimento. Foto: Reprodução/Lawrence McGlynn/RR Auction/AP.
NASA suspendeu leilão de poeira lunar da missão Apollo 11 que foi comida por baratas em experimento. Foto: Reprodução/Lawrence McGlynn/RR Auction/AP.
  • A NASA suspendeu um leilão de materiais relacionados à missão Apollo 11;

  • Os materiais incluem um frasco com 40 miligramas de poeira da lua e três carcaças de baratas;

  • A poeira lunar foi coletada durante a missão Apollo 11 e utilizada para alimentar baratas em experimento.

A Administração Nacional da Aeronáutica e Espaço (NASA) dos Estados Unidos suspendeu um leilão de poeira lunar e baratas usadas em experimento, que estimava-se chegar a US$ 400 mil, pouco mais de R$ 2 milhões, para reaver os materiais.

A RR Auction, casa de leilões sediada em Boston que seria responsável pela venda, informou a situação na última quinta-feira (23).

Leia também:

Um advogado da NASA disse que os materiais, incluindo um frasco com 40 miligramas de poeira da lua e três carcaças de baratas, ainda pertencem ao governo federal.

A poeira lunar foi coletada durante a missão Apollo 11, em 1969, e posteriormente usada como ‘alimento’ para as baratas em um experimento para descobrir se a rocha da lua continha algum tipo de agente patogênico que ameaçasse a saúde da vida terrestre.

“Todas as amostras da Apollo, conforme estipulado nesta coleção de itens, pertencem à NASA, e nenhuma pessoa, universidade ou outra entidade recebeu permissão para mantê-las após análise, destruição ou outro uso para qualquer finalidade, especialmente para venda ou exibição individual”, informou a agência espacial em comunicado no dia 15 de junho.

Em outra carta, de 22 de junho, um advogado da NASA pediu à casa de leilões que trabalhasse junto ao atual proprietário dos materiais para devolvê-los ao governo federal.

O advogado da RR Auction, Mark Zaid, afirmou que uma situação dessas, na qual uma terceira parte reivindique algo que está sendo leiloado, não é incomum.

Ele disse que a empresa já trabalhou com a NASA anteriormente, sempre cooperando com o governo dos EUA, e que deseja “agir de forma apropriada e legal”. Por enquanto, a casa de leilões está segurando o lote.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos