Mercado fechado
  • BOVESPA

    107.666,56
    -1.401,98 (-1,29%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.046,68
    +320,72 (+0,63%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,69
    -0,32 (-0,44%)
     
  • OURO

    1.800,60
    +2,60 (+0,14%)
     
  • BTC-USD

    17.216,97
    +421,19 (+2,51%)
     
  • CMC Crypto 200

    405,90
    +11,22 (+2,84%)
     
  • S&P500

    3.956,72
    +22,80 (+0,58%)
     
  • DOW JONES

    33.708,80
    +110,88 (+0,33%)
     
  • FTSE

    7.472,17
    -17,02 (-0,23%)
     
  • HANG SENG

    19.450,23
    +635,41 (+3,38%)
     
  • NIKKEI

    27.574,43
    -111,97 (-0,40%)
     
  • NASDAQ

    11.603,00
    +93,50 (+0,81%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,4993
    +0,0329 (+0,60%)
     

NASA se prepara para missão que vai desviar asteroide

Impacto da missão DART, da NASA, acontece nesta segunda-feira (26) (Steve Gribben/Johns Hopkins APL/NASA via AP)
Impacto da missão DART, da NASA, acontece nesta segunda-feira (26) (Steve Gribben/Johns Hopkins APL/NASA via AP)
  • Colisão acontece nessa segunda-feira (26) será transmitida ao vivo no canal da NASA TV;

  • Missão ajudará a NASA a entender se o impacto cinético é eficaz para desviar meteoros;

  • Espaçonave DART se chocará contra Dimorphos, que tem um pouco mais de 100 metros de diâmetro.

A NASA está se preparando para uma das suas missões mais importantes de todo os tempos: a de colidir com um asteroide para alterar sua rota. Se no cinema em filmes como "Não Olhe Para Cima" e "Procura-se um Amigo para o Fim do Mundo" a Terra sofre com a ameaça de colisão com um meteoro, na vida real a NASA quer impedir isso.

Para isso, a NASA irá testar suas capacidades na missão DART, Double Asteroid Redirection Test (ou Teste de Redirecionamento de Asteroide Duplo em tradução livre). Esta será a primeira missão desse tipo, mas os cientistas estão esperançosos.

“Os sistemas terrestres estão prontos e a espaçonave está saudável e a caminho de um impacto na segunda-feira”, disse Edward Reynolds, do Laboratório de Física Aplicada Johns Hopkins, APL, a repórteres durante uma entrevista coletiva na quinta-feira sobre o teste. “Temos bastante propulsor e temos bastante poder.”

A espaçonave irá se colidir com o pequeno asteroide Dimorphos, em um teste para ver se a agência espacial é capaz de mudar sua rota, mesmo com a presença de seu irmão maior, o asteroide Didymos, influenciando com sua força gravitacional.

“Dimorphos tem pouco mais de 100 metros de diâmetro; não é muito grande. Estamos a 14.000 milhas por hora, estamos nos aproximando de algo que nunca vimos antes”, disse Reynolds. "É por isso que o T em Dart é teste."

“Há dois testes em DART. O primeiro teste é o teste de nossa capacidade de construir uma espaçonave guiada de forma autônoma que realmente atingirá o impacto cinético no asteroide”, disse ele. “O segundo teste é o teste de como o asteroide real responde ao impacto cinético. Porque no final das contas, a verdadeira questão é: com que eficiência movemos o asteroide?”

O impacto acontecerá nesta segunda-feira (26), e será transmitido ao vivo pelo canal da NASA TV a partir das 20h15, horário de Brasília, graças ao satélite LICIACube, enviado ao espaço para capturar justamente esse momento. A espaçonave em direção a Dimorphos também está capturando imagens, afirmou Reynolds.

Nossa última imagem provavelmente será de cerca de dois segundos e meio antes do impacto”, disse ele. “Então, o campo de visão será completamente preenchido com esta bela imagem de Dimorphos.”