Mercado fechado

NASA quer lançar Artemis I para a Lua em 14 de novembro

Apesar dos imprevistos, os oficiais da NASA estão confiantes na tentativa de lançamento da missão Artemis I em 14 de novembro. Em uma conferência realizada nesta quinta-feira (3), eles destacaram que o cronograma atual da missão está mantido, e que a tentativa de lançamento deverá acontecer às 1h07, no horário de Brasília.

O foguete Space Launch System (SLS), que será usado na missão, deverá iniciar sua trajetória até a plataforma 39B, no Kennedy Space Center, no início da madrugada de sexta-feira (4). “Se não estivéssemos confiantes, não o levaríamos. Se não estivéssemos confiantes, não iniciaríamos a contagem regressiva quando começarmos [o transporte]”, disse Jim Free, administrador associado da Diretoria de Missão de Desenvolvimento de Sistemas de Exploração, na NASA.

Agora que o trabalho necessário antes do lançamento está quase concluído, as equipes da NASA no Kennedy Space Center já começaram a se preparar para levar o veículo à plataforma. “Já começamos a recuar nossas plataformas”, celebrou ele. “O transportador [que levará o foguete] já está próximo do lançador móvel”.

Abaixo, você confere o recuo de uma das plataformas:

Em sua fala, Free destacou também os vários desafios envolvidos desde o início da missão. “Só de fazer nossos sistemas funcionarem juntos, já encontramos desafios”, destacou ele. “E é por isso que faremos um teste de voo: é sobre corrigir o que não pode ser modelado”, explicou. “Vamos aprender ao assumir mais riscos nesta missão, antes de colocar uma tripulação nela".

O foguete e a cápsula Orion foram instalados na plataforma em várias ocasiões para testes de abastecimento e outros procedimentos, mas precisaram retornar ao prédio Vehicle Assembly Building (VAB) várias vezes — na mais recente delas, foi necessário levar o sistema de volta ao VAB para protegê-lo da passagem do furacão Ian.

O que é a missão Artemis I?

A missão Artemis I será um teste de voo não tripulado, em que o foguete SLS lançará a cápsula Orion rumo à Lua. A nave irá sobrevoar nosso satélite natural e aproveitará a gravidade lunar para chegar a cerca de 70 mil km da Lua, para depois sobrevoá-la novamente e iniciar a viagem de volta à Terra; no fim, ela irá realizar uma amerissagem (pouso no mar) no oceano Pacífico. A missão deverá durar de 20 a 40 dias.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: