Mercado fechado
  • BOVESPA

    108.451,20
    +74,85 (+0,07%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.442,21
    +436,10 (+0,97%)
     
  • PETROLEO CRU

    82,07
    -0,08 (-0,10%)
     
  • OURO

    1.665,20
    -4,80 (-0,29%)
     
  • BTC-USD

    19.474,80
    +353,84 (+1,85%)
     
  • CMC Crypto 200

    445,06
    +16,28 (+3,80%)
     
  • S&P500

    3.719,04
    +71,75 (+1,97%)
     
  • DOW JONES

    29.683,74
    +548,75 (+1,88%)
     
  • FTSE

    7.005,39
    +20,80 (+0,30%)
     
  • HANG SENG

    17.250,88
    0,00 (0,00%)
     
  • NIKKEI

    26.371,50
    +197,52 (+0,75%)
     
  • NASDAQ

    11.543,00
    -12,75 (-0,11%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2269
    -0,0057 (-0,11%)
     

NASA pode tentar lançamento à Lua em 23 de setembro

O alto funcionário Jim Free contou nesta quinta-feira (08) que a NASA prevê os dias 23 e 27 de setembro como possíveis datas para sua próxima tentativa de lançar a missão Artemis 1 à Lua.

Duas tentativas anteriores foram descartadas após o foguete Space Lauch System sofrer falhas técnicas, além de um vazamento de combustível.

"O dia 23 é uma janela aberta por 80 minutos às 6h47, e o dia 27 é uma às 11h37 com duração de 70 minutos", disse Free, administrador associado a diretoria de desenvolvimento de sistemas de exploração da agência.

As datas foram escolhidas para evitar um conflito com o Double Asteroid Redirection Test (DART), uma sonda que está programada para atingir um asteroide no dia 26 de setembro.

Para as datas de lançamento, entretanto, a NASA depende de uma isenção que evitaria uma nova testagem das baterias no sistema de voo de emergência, utilizado para destruir o foguete caso desvie do alcance designado para uma área povoada.

Caso não receba a isenção o foguete terá que ser levado de volta para seu edifício de montagem, o que adiaria o cronograma em várias semanas.

O gerente do sistema de exploração terrestre, Mike Bolger, acrescentou que as equipes trabalham para substituir as vedações, para corrigir o problema do vazamento de hidrogênio.

Essa tarefa deve ser concluída no final desta quinta-feira, o que abrirá caminho para um teste de tanque no dia 17 de setembro.

A missão espacial Artemis 1 espera testar o SLS, assim como a cápsula não tripulada Orion, localizada no topo, em preparação para futuras viagens à Lua com humanos a bordo.

ia/to/ms