Mercado fechado
  • BOVESPA

    108.451,20
    +74,85 (+0,07%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.442,21
    +436,10 (+0,97%)
     
  • PETROLEO CRU

    82,09
    -0,06 (-0,07%)
     
  • OURO

    1.664,20
    -5,80 (-0,35%)
     
  • BTC-USD

    19.478,81
    +398,73 (+2,09%)
     
  • CMC Crypto 200

    445,06
    +16,28 (+3,80%)
     
  • S&P500

    3.719,04
    +71,75 (+1,97%)
     
  • DOW JONES

    29.683,74
    +548,75 (+1,88%)
     
  • FTSE

    7.005,39
    +20,80 (+0,30%)
     
  • HANG SENG

    17.250,88
    0,00 (0,00%)
     
  • NIKKEI

    26.368,86
    +194,88 (+0,74%)
     
  • NASDAQ

    11.539,50
    -16,25 (-0,14%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2269
    -0,0057 (-0,11%)
     

NASA lança satélite que irá filmar colisão de espaçonave com asteroide

Missão DART irá colidir aeronave com asteroide para estudar se NASA é capaz de alterar a rota do objeto (Bill Ingalls/NASA via AP)
Missão DART irá colidir aeronave com asteroide para estudar se NASA é capaz de alterar a rota do objeto (Bill Ingalls/NASA via AP)
  • Objetivo é estudar se NASA é capaz de alterar a rota do objeto rochoso;

  • Colisão do DART acontecerá no dia 26 de setembro;

  • NASA irá realizar uma transmissão ao vivo das imagens a partir do LICIACube.

A NASA iniciou as operações do satélite LICIACube (Light Italian Cubesat for Imaging of Asteroids), que tem como objetivo observar o impacto da espaço-nave DART (Double Asteroid Redirection Test) com o asteroide Dimorphos, que está prevista para acontecer no dia 26 de setembro.

O objetivo da missão é testar a capacidade de redirecionamento de asteroides da NASA. No início desta semana a espaçonave que irá colidir com Dimorphos enviou a primeira imagem do asteroide e de seu irmão Didymos, que tem cerca de 800 metros de diâmetro.

Ambos asteroides andam juntos pelo universo, com Dimorphos orbitando ao redor de seu irmão maior. Com o teste, a NASA quer testar sua capacidade de alterar a rota do objeto rochoso mesmo com a influência próxima de outro asteroide.

Agora, com a LICIACube, os astrônomos querem observar o evento. De acordo com a astrônoma Elena Mazzotta Epifan, do Instituto Nacional de Astrofísica da Itália, a câmera será apontada em direção ao sistema de asteroides e também para DART, conseguindo fotografias com distância de 1 quilômetro do local do impacto.

O impacto será transmitido ao vivo pelo canal da NASA TV a partir das 20h15min do dia 26. Segundo a agência espacial norte-americana, deverá haver um aumento de luminosidade quando o choque entre o asteroide e a espaçonave acontecer.

Devido ao impacto, também, a transmissão será cortada logo após o impacto, mas será retornada com a aproximação do LICIACube da região do impacto para maiores análises. As fotos do momento da colisão serão enviadas de volta à Terra para análise dos cientistas e em seguida serão liberadas para o público.