Mercado abrirá em 18 mins
  • BOVESPA

    110.580,79
    +234,97 (+0,21%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.304,04
    -72,85 (-0,14%)
     
  • PETROLEO CRU

    110,95
    +1,18 (+1,07%)
     
  • OURO

    1.855,10
    -10,30 (-0,55%)
     
  • BTC-USD

    29.495,77
    +264,71 (+0,91%)
     
  • CMC Crypto 200

    655,65
    -0,17 (-0,03%)
     
  • S&P500

    3.941,48
    -32,27 (-0,81%)
     
  • DOW JONES

    31.928,62
    +48,38 (+0,15%)
     
  • FTSE

    7.506,18
    +21,83 (+0,29%)
     
  • HANG SENG

    20.171,27
    +59,17 (+0,29%)
     
  • NIKKEI

    26.677,80
    -70,34 (-0,26%)
     
  • NASDAQ

    11.697,25
    -73,75 (-0,63%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1667
    -0,0055 (-0,11%)
     

NASA lança 'desafio da comida espacial' com direito a premiação milionária

·2 min de leitura
Nasa criou o desafio
Nasa criou o desafio "Deep Space Food Challenge" com inscrições até o fim de fevereiro (Getty Images)
  • Projeto é fruto da parceria entre os governos de Estados Unidos e Canadá

  • Premiação não será restrita ao vencedor; dez finalistas receberão prêmio em dinheiro

  • Inscrições para o 'desafio' da comida espacial terminam no dia 28 de fevereiro

O que para muitos pode parecer mero detalhe, para a NASA vale uma quantia significante de dinheiro. Afinal, ninguém trabalha direito quando está com fome. Até por isso, a agência do governo federal dos Estados Unidos está oferecendo nada menos que US$ 1 milhão (mais de R$ 5 milhões) para quem conseguir criar comida “segura, saborosa e nutritiva" - e que exija o mínimo de desperdício - para astronautas se alimentarem nas missões espaciais de longa duração.

O desafio - criado pela Administração Nacional da Aeronáutica e Espaço, que recebeu o nome de "Deep Space Food Challenge" - servirá para se criar uma espécie de despensa para uma tripulação de quatro pessoas, que chegam a passar cerca de três anos em missões de 'ida e volta'. Isso também, de acordo com a própria NADA, pode ajudar a combater fome na Terra no futuro.

Leia também:

Parceria entre NASA e CSA

De acordo com a própria NASA, este desafio "representa a primeira colaboração do tipo com a Agência Espacial Canadense (CSA, na sigla inglesa) na organização de competições paralelas de prêmios para apoiar as políticas espaciais do respectivo governo dos Estados Unidos e do governo do Canadá, tendo benefícios terrestres mais amplos". E segundo Jim Reuter, administrador da Direção de Missões de Tecnologia Espacial da NASA, em um comunicado enviado à imprensa, "Impulsionando as fronteiras da tecnologia alimentar, manter-se-á os futuros exploradores saudáveis e poderá até ajudar a alimentar as pessoas aqui em casa”.

NASA dará prêmio em dinheiro para os dez primeiros

É claro que o maior prêmio do desafio será destinado ao vencedor - que receberá o tão sonhado US$ 1 milhão. Mas, ele não será o único a ser premiado com quantia em dinheiro. A NASA também oferece US$ 20 mil (cerca de R$ 107 mil) para os dez finalistas do projeto. Dando ainda mais US$ 150 mil (mais de R$ 807 mil) aos cinco que avançarem de fase.

Inscrições vão até fevereiro

Para participar, é simples: basta acessar o site do desafio. Nele, você poderá ter acesso a todas as informações necessárias para se inscrever na 'Fase 2' - que teve início no último dia 20 de janeiro e terá inscrições válidas até o dia 28 de fevereiro. O vencedor será anunciado somente em março de 2023. A primeira fase foi realizada em outubro de 2021.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos