Mercado fechará em 3 h 11 min

NASA lança missão Artemis I e nave Orion segue com destino à Lua

Após uma série de adiamentos e muita expectativa, a missão Artemis I foi lançada durante a madrugada desta quarta-feira (16). O foguete Space Launch System (SLS), o mais poderoso do mundo, deixou a plataforma de lançamentos 39B, no Kennedy Space Center, às 3h47, impulsionando a cápsula Orion com destino à Lua.

“Que visão incrível ver o Space Launch System e a nave Orion serem lançados juntos, pela primeira vez”, comemorou Bill Nelson, administrador da NASA. Após alcançar sua órbita inicial, a Orion abriu seus painéis solares e os engenheiros iniciaram verificações iniciais dos sistemas da nave.

Quase duas horas após o lançamento, a NASA confirmou que a Orion completou uma manobra de propulsão para escapar da gravidade da Terra, e que estava acelerando rumo à Lua. “Queima de injeção translunar completa! A Orion está a caminho da Lua”, disse em um tuíte Jim Free, administrador associado de sistemas de exploração na agência espacial.

O módulo de serviço da Orion ainda irá acionar seu motor algumas vezes para manter a nave na trajetória certa. Nos próximos dias, os controladores da missão no Johnson Space Center vão realizar novas verificações e ajustes de trajetória, se necessário. O esperado é que a Orion voe pela Lua no dia 21 de novembro, se aproximando da superfície lunar para depois entrar em uma órbita estável a milhares de quilômetros da superfície do nosso satélite natural.

Enquanto segue viagem, a nave enviou algumas belas imagens da Terra:

Nas próximas horas, pequenas investigações científicas e demonstrações de tecnologia serão liberadas de um anel, que foi usado para conectar o estágio superior do SLS à nave. Cada um destes cubesats tem missões próprias, desenhadas para ajudar os cientistas a entender melhor o Sistema Solar e demonstrar tecnologias que podem beneficiar futuras missões espaciais.

A missão Artemis I

O lançamento desta madrugada é um teste de voo não-tripulado, que levará a Orion para aproximadamente 64 mil quilômetros além do lado afastado da Lua. Entretanto, isso não significa que a nave está vazia. O assento do comandante está ocupado pelo manequim Moonikin Campos, que coletará dados durante a missão "acompanhado" por Helga e Zohar, manequins “gêmeas” que também vão coletar dados, mas com foco na exposição à radiação.

A Artemis I deverá durar 26 dias. Durante o período, a Orion passará aproximadamente uma semana orbitando a Lua, e retornará para uma amerissagem (pouso no mar) no oceano Pacífico, estimada para o início de dezembro. Assim, a Artemis I deverá demonstrar o funcionamento dos sistemas da nave no ambiente espacial e um retorno seguro antes da Artemis II, o primeiro voo tripulado do programa Artemis, que levará novos astronautas para a superfície lunar.

A última vez em que humanos estiveram na Lua foi durante o programa Apollo, da NASA, conduzido de 1969 a 1972. Agora, a agência espacial espera estabelecer a presença humana sustentável em nosso satélite natural, com uma forma de se preparar para futuras missões tripuladas a Marte em algumas décadas.

Abaixo, você pode conferir a transmissão completa do lançamento:

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: