Mercado fechará em 2 h 33 min

NASA: foguete lunar será lançado amanhã após problemas de vazamento de combustível

NASA: foguete lunar será lançado amanhã após problemas de vazamento de combustível
NASA: foguete lunar será lançado amanhã após problemas de vazamento de combustível
  • O voo inaugural do foguete de quase 100 metro foi cancelado poucas horas antes de decolar nesta segunda-feira (29);

  • O motor da espaçonave apresentou problemas nos sensores de temperatura e vazamentos ao longo da semana;

  • Essa é a primeira missão à Lua da NASA em 50 anos.

A NASA pretendia lançar no sábado (3) seu novo foguete lunar, depois de consertar vazamentos de combustível e trabalhar em torno de um sensor de motor ruim que frustrou a primeira tentativa . O voo inaugural do foguete de quase 100 metros, o mais poderoso já construído pela NASA, foi cancelado poucas horas antes de decolar nesta segunda-feira (29).

No topo do foguete há uma cápsula da tripulação com três bonecos de teste que voarão ao redor da lua e voltarão ao longo de seis semanas – a primeira tentativa da NASA desde o programa Apollo há 50 anos. A ideia da NASA é testar a espaçonave antes de prender os astronautas no próximo voo planejado em dois anos.

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

O administrador da NASA, Bill Nelson, disse que está mais confiante nesta segunda tentativa de lançamento, considerando tudo o que os engenheiros aprenderam na primeira tentativa. Assim como a astronauta Jessica Meir, que está na lista da NASA para uma das tripulações iniciais da lua.

“Estamos todos animados para que isso aconteça, mas o mais importante é irmos quando estivermos prontos e acertarmos, porque as próximas missões terão humanos a bordo. Talvez eu, talvez meus amigos”, disse Meir à Associated Press na sexta-feira.

Os engenheiros encarregados do foguete do Sistema de Lançamento Espacial (SLS) insistiram na noite de quinta-feira (1º) que todos os quatro motores principais do foguete estavam bons e que um sensor de temperatura defeituoso fez com que um deles parecesse estar muito quente na segunda-feira. Se os motores estiverem super aquecidos eles podem ser danificados e desligados em voo.

“Nós nos convencemos sem sombra de dúvida de que temos hidrogênio líquido de boa qualidade passando pelos motores”, disse John Honeycutt, gerente de programa do foguete.

Assim que o abastecimento começar no sábado de manhã, a equipe de lançamento realizará outro teste de motor - desta vez no início da contagem regressiva. Mesmo que esse sensor suspeito indique que um motor está muito quente, outros sensores podem ser usados ​​para garantir que tudo esteja funcionando corretamente e interromper a contagem regressiva se houver um problema, disse Honeycutt a repórteres.

Vazamento de combustível

A NASA não pôde realizar esse tipo de teste de motor durante os ensaios gerais no início deste ano por causa do vazamento de combustível. Mais vazamentos de combustível surgiram na segunda-feira; os técnicos encontraram algumas conexões soltas e as apertaram.

A situação da temperatura do motor aumenta o risco do voo, assim como outro problema que surgiu na segunda-feira: rachaduras na espuma de isolamento do foguete. Se quaisquer pedaços de espuma se partirem na decolagem, eles podem atingir os impulsionadores de cinta e danificá-los. Os engenheiros consideram baixa a probabilidade de isso acontecer e aceitaram esses pequenos riscos adicionais.