Mercado fechado
  • BOVESPA

    121.909,03
    -129,08 (-0,11%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.867,15
    +618,13 (+1,26%)
     
  • PETROLEO CRU

    64,48
    -0,44 (-0,68%)
     
  • OURO

    1.835,00
    -2,60 (-0,14%)
     
  • BTC-USD

    55.442,23
    -3.271,23 (-5,57%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.454,96
    -106,33 (-6,81%)
     
  • S&P500

    4.188,43
    -44,17 (-1,04%)
     
  • DOW JONES

    34.742,82
    -34,94 (-0,10%)
     
  • FTSE

    7.123,68
    -6,03 (-0,08%)
     
  • HANG SENG

    28.595,66
    0,00 (0,00%)
     
  • NIKKEI

    28.828,30
    -690,04 (-2,34%)
     
  • NASDAQ

    13.200,25
    -156,50 (-1,17%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3581
    +0,0179 (+0,28%)
     

NASA estende missão do helicóptero Ingenuity para mais 30 dias de voo em Marte

Danielle Cassita
·3 minuto de leitura

Na semana passada, o helicóptero Ingenuity, da NASA, realizou seu quarto voo em Marte e o quinto deverá acontecer em breve. Assim, com o excelente desempenho que vem mostrando, a aeronave recebeu uma extensão de sua missão: planejada inicialmente para durar 30 dias marcianos, o Ingenuity deverá ter atividades por pelo menos mais 30 dias para que a equipe teste os recursos de “reconhecimento” do helicóptero.

Como o Ingenuity foi criado para realizar uma demonstração de tecnologia, e não para fazer estudos científicos do planeta, a ideia era que a aeronave aproveitasse os 30 dias de sua missão para mostrar se seria possível realizar voos controlados na fina atmosfera marciana. Com o sucesso das primeiras tentativas, a NASA decidiu estender a missão do helicóptero para mais 30 dias marcianos (ou 30 sóis, que valem 31 dias na Terra), iniciando uma etapa de demonstração de outros recursos da aeronave.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

MiMi Aung, gerente de projeto do helicóptero, comemorou a novidade: "é como se o Ingenuity estivesse se graduando de uma fase de demonstração para, agora, a nova fase de demonstração, em que podemos mostrar como a aeronave pode ser usada", disse ela durante uma conferência realizada antes do quarto voo do Ingenuity. Segundo Lori Glaze, diretora da divisão de ciência planetária da NASA, a nova fase foi possibilitada após a definição das estratégias científicas do rover Perseverance.

É que, desde seu primeiro voo, o Ingenuity sempre se manteve próximo do Perseverance, que serviu tanto como apoio de comunicações entre o helicóptero e a equipe de controle da missão, quanto para captar imagens. Por isso, a missão do Ingenuity seria encerrada depois de 30 dias e cinco voos realizados para que o rover pudesse seguir em sua missão científica de buscar possíveis sinais de vida em Marte, coletando amostras de solo, de modo que o plano inicial e mais restrito foi criado justamente para não atrapalhar estes objetivos.

Agora, como o Ingenuity vem demonstrando desempenho muito acima do que as equipes esperavam, eles acreditam ser possível manter o helicóptero ativo por mais tempo sem interferir nas tarefas do veículo. O quarto voo e o quinto, que deve acontecer na próxima semana, vão servir como uma transição para a missão estendida, e o Ingenuity irá para uma nova zona de voo. Assim, nessa nova etapa, o Perseverance vai ficar mais longe do helicóptero, mas ambos ainda devem conseguir se comunicar.

Imagem feita pelo Ingenuity durante o terceiro voo, com o Perseverance no canto superior esquerdo (Imagem: Reprodução/NASAJPL/Twitter)
Imagem feita pelo Ingenuity durante o terceiro voo, com o Perseverance no canto superior esquerdo (Imagem: Reprodução/NASAJPL/Twitter)

Contudo, o rover não vai mais documentar os voos da missão estendida: “o que não vamos mais fazer, que consumiu uma quantidade enorme de tempo, é produzir imagens dos voos”, disse Jennifer Trosper, vice-gerente de projeto do Perseverance. Além disso, a nova etapa também terá um ritmo um pouco diferente: em vez de voos com alguns dias de intervalo, podemos esperar que eles sejam feitos a cada duas ou três semanas — e, claro, a meta de 30 dias pode ser alterada se for necessário.

Ao fim do período, a equipe vai analisar o que foi feito, verificar o estado do Ingenuity e se ele contribuiu para o rover ou se houve algum impacto na missão do veículo. De qualquer forma, é esperado que os voos sejam encerrados de forma definitiva no fim de agosto, porque haverá uma conjunção solar em outubro. Neste período, a Terra e Marte ficam em lados opostos em relação ao Sol, de modo que a comunicação fica interrompida.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: