Mercado fechado
  • BOVESPA

    113.794,28
    -1.268,26 (-1,10%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.192,33
    +377,16 (+0,73%)
     
  • PETROLEO CRU

    72,65
    +0,04 (+0,06%)
     
  • OURO

    1.753,20
    -3,50 (-0,20%)
     
  • BTC-USD

    47.637,73
    -483,07 (-1,00%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.209,85
    -23,43 (-1,90%)
     
  • S&P500

    4.473,75
    -6,95 (-0,16%)
     
  • DOW JONES

    34.751,32
    -63,07 (-0,18%)
     
  • FTSE

    7.027,48
    +10,99 (+0,16%)
     
  • HANG SENG

    24.667,85
    -365,36 (-1,46%)
     
  • NIKKEI

    30.323,34
    -188,37 (-0,62%)
     
  • NASDAQ

    15.501,25
    -16,50 (-0,11%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2025
    +0,0065 (+0,10%)
     

NASA e SpaceX planejam lançar a missão Crew-4 em abril de 2022

·2 minuto de leitura

A missão Crew-4, que levará mais um quarteto de astronautas rumo à Estação Espacial Internacional (ISS), já tem data planejada para acontecer. A NASA anunciou que a missão tem lançamento programado para o dia 15 de abril de 2022. A cápsula Crew Dragon será lançada com um foguete Falcon 9 do Kennedy Space Center, na Flórida.

A bordo da nave, estarão os astronautas Kjell Lindgren e Bob Hines, ambos da NASA, que irão servir como comandante e piloto, respectivamente, junto de Samantha Cristoforetti, da Agência Espacial Europeia (ESA), que será a especialista de missão e comandará a tripulação da Expedição 68. Por fim, haverá também um quarto tripulante, cujo nome ainda não foi anunciado.

A nave Crew Dragon chegando à Estação Espacial Internacional durante a missão Crew-2 (Imagem: Reprodução/NASA TV)
A nave Crew Dragon chegando à Estação Espacial Internacional durante a missão Crew-2 (Imagem: Reprodução/NASA TV)

Este novo voo espacial tripulado ocorrerá através do Commercial Crew Program. Esta é uma iniciativa em que a agência espacial norte-americana fecha parcerias com empresas privadas para levar seus astronautas à ISS com foguetes e naves do país, em lançamentos também realizados em solo estadunidense. Assim, a NASA não depende mais de assentos nas naves Soyuz, da Rússia, para garantir que tenha astronautas norte-americanos na estação. O programa conta com a SpaceX e a Boeing e, até o momento, somente a nave Crew Dragon da empresa de Elon Musk foi certificada para a empreitada.

A Crew-1, a primeira missão totalmente operacional realizada pelo programa, foi lançada em novembro do ano passado, e o retorno dos astronautas aconteceu no início deste ano. Já a Crew-2 foi lançada em abril, com tripulação que deve ficar na ISS até novembro. Por fim, a Crew-3 deverá ser lançada no dia 31 de outubro, levando Raja Chari, Tom Marshburn e Kayla Barron, todos da NASA, e Matthias Maurer, da ESA.

Vale lembrar que a SpaceX tem outra missão à frente da Crew-3 na programação. Trata-se da Inspiration4, que levará os civis Jared Isaacman, Hayley Arceneaux, Sian Proctor e Christopher Sembroski para uma viagem de três dias na órbita da Terra. Além de arrecadar fundos para a instituição St. Jude Children's Research Hospital, os tripulantes vão investigar os impactos dos voos espaciais na saúde humana. A Inspiration4 tem lançamento programado para o dia 15 de setembro.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos