Mercado fechado
  • BOVESPA

    98.672,26
    +591,96 (+0,60%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.741,50
    +1.083,60 (+2,32%)
     
  • PETROLEO CRU

    107,06
    +2,79 (+2,68%)
     
  • OURO

    1.828,10
    -1,70 (-0,09%)
     
  • BTC-USD

    21.264,09
    +55,48 (+0,26%)
     
  • CMC Crypto 200

    462,12
    +8,22 (+1,81%)
     
  • S&P500

    3.911,74
    +116,01 (+3,06%)
     
  • DOW JONES

    31.500,68
    +823,28 (+2,68%)
     
  • FTSE

    7.208,81
    +188,36 (+2,68%)
     
  • HANG SENG

    21.719,06
    +445,16 (+2,09%)
     
  • NIKKEI

    26.491,97
    +320,77 (+1,23%)
     
  • NASDAQ

    12.132,75
    +395,25 (+3,37%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5524
    +0,0407 (+0,74%)
     

NASA considera teste do foguete SLS "completo"

A NASA anunciou nesta quinta-feira (23) que considera o ensaio geral do foguete SLS, realizado entre os dias 18 e 20 de junho, como "completo". O teste incluiu o abastecimento dos tanques de combustível do foguete, a contagem regressiva para o lançamento, até a transferência do controle para o sequenciador automático de lançamento, e o esvaziamento dos tanques.

A contagem regressiva do ensaio geral com o SLS na última segunda-feira (20) foi interrompida às 19h37 (horário local), quando faltavam 29 segundos para a "ignição" do motor. A equipe já havia transferido o controle do foguete para os computadores de voo, antes de surgir uma alerta.

A expectativa era que a contagem fosse encerrada manualmente em T-9,3 segundos, quando, em um lançamento real, os motores RS-25 seriam acionados. Apesar do fim prematuro do teste, a NASA já havia informado que conseguiu coletar "90%" dos dados esperados.

Foguete SLS e cápsula Orion na plataforma de lançamento do Centro Espacial Kennedy, na Flórida. Imagem: NASA
Foguete SLS e cápsula Orion na plataforma de lançamento do Centro Espacial Kennedy, na Flórida. Imagem: NASA

Segundo a agência, o foguete SLS e a cápsula Orion serão levados de volta ao Vehicle Assembly Building (VAB) no Centro Espacial Kennedy, onde um vazamento detectado durante o teste será reparado e o foguete e a cápsula serão preparados para o lançamento real.

A NASA espera levar a "dupla" de volta à plataforma de lançamento no final de agosto, mas uma data específica para a missão só será definida após a substituição do equipamento associado com o vazamento.

A agência espacial irá realizar um evento para a imprensa nesta sexta-feira (24) para discutir os próximos passos da missão Artemis I, que consistirá em um voo não tripulado da cápsula Orion ao redor da Lua, com duração de 26 dias.

Se tudo der certo, quatro astronautas farão o mesmo trajeto durante a missão Artemis II, com duração prevista de 10 dias e lançamento programado para maio de 2024. O primeiro pouso na Lua só acontecerá na missão Artemis III, atualmente programada para 2025, embora documentos internos da NASA que vazaram recentemente indiquem que a agência trabalha com a possibilidade de atrasos.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos