Mercado fechado
  • BOVESPA

    113.750,22
    +1.458,62 (+1,30%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    43.646,03
    -288,18 (-0,66%)
     
  • PETROLEO CRU

    46,09
    +0,45 (+0,99%)
     
  • OURO

    1.842,00
    +0,90 (+0,05%)
     
  • BTC-USD

    19.035,57
    -12,72 (-0,07%)
     
  • CMC Crypto 200

    365,19
    -14,05 (-3,71%)
     
  • S&P500

    3.699,12
    +32,40 (+0,88%)
     
  • DOW JONES

    30.218,26
    +248,74 (+0,83%)
     
  • FTSE

    6.550,23
    +59,96 (+0,92%)
     
  • HANG SENG

    26.835,92
    +107,42 (+0,40%)
     
  • NIKKEI

    26.751,24
    -58,13 (-0,22%)
     
  • NASDAQ

    12.509,25
    +47,00 (+0,38%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2497
    +0,0137 (+0,22%)
     

Nasa confirma que encontrou água na superfície da Lua

·1 minuto de leitura
FILE - In this early Monday, Oct. 5, 2020, file photo, a waning moon is seen at the sky over Frankfurt, Germany. The moon’s shadowed, frigid nooks and crannies may hold frozen water in more places and in larger quantities than previously suspected, good news for astronauts at future lunar bases who could tap into these resources for drinking and making rocket fuel, scientists reported Monday, Oct. 26, 2020. (AP Photo/Michael Probst, File)
Partículas de água estão na maior cratera visível da Terra (Foto: AP Photo/Michael Probst, File)

A Nasa anunciou nesta segunda-feira, 26, anunciou que encontrou água na superfície da Lua. Ainda não se sabe se a água é potável ou se poderá ser usada como recurso natural.

“Nós confirmamos água na superfície da Lua pela primeira vez usando o telescópio SOFIA. Não sabemos ainda se poderá ser usado como recurso, mas saber que tem água na Lua é chave para nosso plano de exploração Artemis”, escreveu Jim Bridestine, administrador da agência espacial, nas redes sociais.

O telescópio fica em uma aeronave, modificada para ser usada pela agência espacial. As moléculas de água foram encontradas na Cratera Clavius, uma das maiores crateras visíveis da Terra.

Leia também

As hipóteses da Nasa são que as moléculas de água encontradas podem ser criadas por pequenos impactos de meteoritos ou que são formadas por interações de partículas de energia ejetadas do sol.

A agência ainda explicou que, apesar de as moléculas terem sido detectadas, não se sabe qual o estado da água, que pode estar congelada ou líquida.