Mercado abrirá em 4 h 44 min
  • BOVESPA

    98.672,26
    +591,96 (+0,60%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.741,50
    +1.083,60 (+2,32%)
     
  • PETROLEO CRU

    107,94
    +0,32 (+0,30%)
     
  • OURO

    1.837,40
    +7,10 (+0,39%)
     
  • BTC-USD

    21.382,02
    -26,67 (-0,12%)
     
  • CMC Crypto 200

    466,59
    +12,69 (+2,80%)
     
  • S&P500

    3.911,74
    +116,01 (+3,06%)
     
  • DOW JONES

    31.500,68
    +823,28 (+2,68%)
     
  • FTSE

    7.277,18
    +68,37 (+0,95%)
     
  • HANG SENG

    22.201,08
    +482,02 (+2,22%)
     
  • NIKKEI

    26.871,27
    +379,30 (+1,43%)
     
  • NASDAQ

    12.252,50
    +112,00 (+0,92%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5367
    -0,0157 (-0,28%)
     

NASA conclui ensaio geral do foguete SLS, apesar de alguns problemas técnicos

A NASA completou o ensaio geral com o foguete Space Launch System (SLS) nesta segunda-feira (20), embora a contagem regressiva tenha encerrado antes do programado. Este foi o primeiro teste em que o veículo foi completamente abastecido e, segundo a agência espacial, 90% de seus objetivos foram alcançados, deixando o SLS e a nave Orion mais próximos de decolarem com a Artemis I.

Após uma série de problemas técnicos, a contagem regressiva da quarta tentativa de ensaio geral com o SLS no Complexo de Lançamento 39B do Centro Espacial Kennedy (KSC), na Flórida, foi encerrada quando faltavam 29 segundos (T-29) para a "ignição" do motor.

A equipe já havia transferido o controle do foguete para os computadores de voo, antes de surgir uma alerta que interrompeu a contagem regressiva às 19h37 (horário local). A NASA esperava encerrar a contagem manualmente em T-9,3 segundos, quando, em um lançamento real, os motores RS-25 seriam acionados.

O ensaio geral terminou cerca de cinco horas além do planejado por conta de alguns problemas. Entre eles, um vazamento de hidrogênio líquido entre um encaixe de “desconexão rápida” e uma “linha de sangria” que transfere o propelente do estágio central de volta ao bloco.

Para solucionar isto, as equipes aqueceram e resfriaram a conexão na esperança de vedar a falha, mas não deu certo. Então, a NASA decidiu prosseguir com a contagem regressiva após uma pausa de 10 minutos. Durante o teste também surgiram outros problemas.

Conceito artístico do foguete SLS e a nave Orion durante lançamento (Imagem: Reprodução/NASA)
Conceito artístico do foguete SLS e a nave Orion durante lançamento (Imagem: Reprodução/NASA)

O tanque do estágio central começou a ser carregado com quase duas horas de atraso por conta de um problema em uma válvula de uma linha de nitrogênio gasoso reserva. Depois, o carregamento de oxigênio líquido no estágio superior foi interrompido após o limite de pressão ser atingido.

"Eu diria que estamos em 90% em termos de onde precisamos estar no geral", disse Mike Sarafin, gerente das missões Artemis. Ele acrescentou que a agência ainda decidirá se precisará de outro ensaio geral antes de definir o lançamento da Artemis I. No recente teste, as equipes abasteceram completamente o foguete com oxigênio líquido e hidrogênio líquido.

Quando a análise for concluída e os resultados forem todos positivos, o foguete SLS será usado para lançar a nave Orion a uma viagem de ida e volta ao redor da Lua, ainda sem tripulação, na missão Artemis I, a primeira do Programa Artemis — o que pode acontecer em agosto deste ano.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos