Mercado fechado
  • BOVESPA

    98.672,26
    +591,96 (+0,60%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.741,50
    +1.083,60 (+2,32%)
     
  • PETROLEO CRU

    107,06
    -0,56 (-0,52%)
     
  • OURO

    1.828,10
    -2,20 (-0,12%)
     
  • BTC-USD

    21.305,72
    +113,40 (+0,54%)
     
  • CMC Crypto 200

    462,12
    +8,22 (+1,81%)
     
  • S&P500

    3.911,74
    +116,01 (+3,06%)
     
  • DOW JONES

    31.500,68
    +823,28 (+2,68%)
     
  • FTSE

    7.208,81
    +188,36 (+2,68%)
     
  • HANG SENG

    21.719,06
    +445,16 (+2,09%)
     
  • NIKKEI

    26.491,97
    +320,77 (+1,23%)
     
  • NASDAQ

    12.132,75
    -7,75 (-0,06%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5524
    +0,0407 (+0,74%)
     

Nasa concede dois contratos para trajes espaciais de próxima geração

A agência norte-americana Nasa anunciou nesta quarta-feira (1º) que concedeu contratos a duas empresas para o desenvolvimento da próxima geração de trajes espaciais para missões à Estação Espacial Internacional (ISS) e à Lua.

Os vencedores do Contrato de Serviços de Atividade Extraveicular (xEVAS) foram a Axiom Space, que organizou voos comerciais para a ISS e está trabalhando em sua própria estação espacial privada, e a Collins Aerospace.

"A história será feita com os trajes quando chegarmos à Lua. Teremos nossa primeira pessoa negra e nossa primeira mulher a usar e usar esses trajes no espaço", disse Vanessa Wyche, diretora do Centro Espacial Johnson da Nasa, em Houston, estado do Texas (sul).

Os valores dos contratos ainda não foram anunciados, mas estão limitados a US$ 3,5 bilhões combinados até 2034.

A Nasa pode acabar escolhendo as duas empresas, apenas uma, ou adicionar mais empresas posteriormente.

Os especialistas da agência norte-americana estabeleceram as normas técnicas exigidas das empresas responsáveis pelo projeto, certificação e produção dos trajes, bem como os equipamentos de apoio para as missões ISS e Artemis retornarem à Lua.

"O traje espacial existente tem sido o carro-chefe da agência por 40 anos", disse Dina Contella, gerente de integração de operações da ISS. No entanto, salientou que a nova geração destas roupas especiais será mais flexível, versátil e durável.

ia/mlm/llu/dl/am

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos