Mercado fechado
  • BOVESPA

    105.069,69
    +603,45 (+0,58%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.597,29
    -330,09 (-0,65%)
     
  • PETROLEO CRU

    66,22
    -0,28 (-0,42%)
     
  • OURO

    1.782,10
    +21,40 (+1,22%)
     
  • BTC-USD

    48.444,55
    -6.625,43 (-12,03%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.367,14
    -74,62 (-5,18%)
     
  • S&P500

    4.538,43
    -38,67 (-0,84%)
     
  • DOW JONES

    34.580,08
    -59,71 (-0,17%)
     
  • FTSE

    7.122,32
    -6,89 (-0,10%)
     
  • HANG SENG

    23.766,69
    -22,24 (-0,09%)
     
  • NIKKEI

    28.029,57
    +276,20 (+1,00%)
     
  • NASDAQ

    15.687,50
    -301,00 (-1,88%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3953
    +0,0151 (+0,24%)
     

NASA busca ideias para desenvolver reator nuclear na Lua

·2 min de leitura
Merritt Island, Florida, USA - September 10, 2011: Vehicle Assembly Building at NASA's Kennedy Space Center, which was first used to assemble the massive American Saturn V launch vehicles, on  Merritt Island, Florida
Quando o reator for lançado da Terra para a Lua, deve caber dentro de um cilindro de 4 metros de diâmetro
  • NASA e principal laboratório de pesquisa nuclear dos EUA procuram ideias para reator nuclear na Lua;

  • Agência espacial norte-americana quer estabelecer fontes de energia independente para missões;

  • Reator nuclear seria construído na Terra e enviado para a Lua;

Na última sexta-feira, a NASA e o principal laboratório de pesquisa nuclear federal do país publicaram na sexta-feira um pedido de propostas para um sistema de energia de superfície de fissão. Segundo informações da Associated Press, a agência espacial norte-americana está colaborando com o Laboratório Nacional de Idaho, ligado ao Departamento de Energia dos EUA, para estabelecer uma fonte de energia independente do sol para missões à Lua até o final da década.

Leia também:

De acordo com informações da Associated Press, caso tenha sucesso em apoiar uma presença humana sustentada na Lua, o próximo objetivo seria Marte. A NASA afirma que a energia da superfície de fissão pode fornecer energia abundante e sustentada, independentemente das condições ambientais na Lua ou em Marte. As solicitações de propostas são para um design de sistema inicial e devem ser enviadas até 19 de fevereiro.

Reator nuclear seria construído na Terra e enviado para a Lua;

Os planos apresentados para o sistema de energia de superfície de fissão devem incluir um núcleo de reator alimentado com urânio, um sistema para converter a energia nuclear em energia utilizável, um sistema de gerenciamento térmico para manter o reator resfriado e um sistema de distribuição fornecendo não menos que 40 quilowatts de energia contínua energia elétrica por 10 anos no ambiente lunar. Uma das condições seria que o reator teria de ser construído na Terra, para aí ser enviado para a Lua.

Alguns outros requisitos incluem que seja capaz de desligar e ligar o sistema sem ajuda humana, que seja capaz de operar a partir do convés de uma sonda lunar e que possa ser removida da sonda e funcionar em um sistema móvel e ser transportada para um local lunar diferente para operação. Além disso, quando o reator for lançado da Terra para a Lua, deve caber dentro de um cilindro de 4 metros de diâmetro com 6 metros de comprimento e não deve pesar mais do que 6.000 kg.

De acordo com informações da Associated Press, além da NASA, o Departamento de Energia dos EUA também tem trabalhado para se associar a empresas privadas em vários planos de energia nuclear, notadamente em uma nova geração de usinas menores que variam de pequenos reatores modulares a pequenos reatores móveis que podem ser rapidamente instalados no campo e, em seguida, removidos quando não for necessário.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos