Mercado fechado
  • BOVESPA

    110.235,76
    +1.584,71 (+1,46%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.808,21
    +566,41 (+1,20%)
     
  • PETROLEO CRU

    91,63
    -0,30 (-0,33%)
     
  • OURO

    1.803,40
    -10,30 (-0,57%)
     
  • BTC-USD

    24.419,13
    +1.511,29 (+6,60%)
     
  • CMC Crypto 200

    577,19
    +45,97 (+8,65%)
     
  • S&P500

    4.210,24
    +87,77 (+2,13%)
     
  • DOW JONES

    33.309,51
    +535,11 (+1,63%)
     
  • FTSE

    7.507,11
    +18,96 (+0,25%)
     
  • HANG SENG

    19.852,01
    +241,17 (+1,23%)
     
  • NIKKEI

    27.819,33
    -180,63 (-0,65%)
     
  • NASDAQ

    13.442,00
    +50,00 (+0,37%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2479
    +0,0015 (+0,03%)
     

NASA adia novamente lançamento de rover que vai "farejar" água na Lua

A NASA decidiu adiar o lançamento do rover VIPER (sigla para “Volatiles Investigating Polar Exploration Rover”) de novembro de 2023 para novembro de 2024. O VIPER deverá pousar perto da cratera Nobile, no polo sul lunar, para procurar água congelada; Segundo a agência, o adiamento permitirá mais tempo para realizar testes em solo com o lander (veículo de pouso) da missão, diminuindo os riscos.

O VIPER será levado à Lua com o lander lunar Griffin, desenvolvido pela Astrobotic. Ele é considerado a maior e mais cara carga útil designada a uma missão da iniciativa Commercial Lunar Payload Services (CLPS), da NASA: oficialmente, os custos estimados da missão já passaram dos US$ 430 milhões. Os testes adicionais custarão US$ 67,8 milhões, elevando o custo total da missão para US$ 320,4 milhões.

O rover lunar VIPER irá "farejar" água no polo sul da Lua (Imagem: Reprodução/Astrobotic)
O rover lunar VIPER irá "farejar" água no polo sul da Lua (Imagem: Reprodução/Astrobotic)

Uma análise conduzida pelo Escritório de Inspeção Geral da NASA observou que a decisão da agência espacial de selecionar um lander antes mesmo de o projeto do VIPER ser concluído levou ao aumento de custos — foi somente após outubro de 2021 que a análise crítica de projeto do rover foi concluída e destacou alguns pontos para melhorias, como um aumento na massa e vibração excessiva.

Vale lembrar também que a Astrobotic ainda precisa lançar o Peregrine, seu primeiro lander lunar; ele foi revelado em abril, com lançamento estimado para o fim do ano, a bordo de um foguete Vulcan Centaur. No caso do VIPER, embora o lander Griffin seja diferente do Peregrine, o relatório observou que ambos compartilham subsistemas; portanto, qualquer problema encontrado no Peregrine pode também afetar o desenvolvimento do Griffin.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos