Mercado fechado

NASA abre concurso para projeto de banheiros lunares

O novo grupo de astronautas recrutados pela Nasa em 2020 que pode ir para a Lua, como parte do programa Artemis.

Os astronautas podem urinar e defecar ao flutuar no espaço, mas a Nasa, que está procurando por projetos menores, mais eficientes e adaptados à baixa gravidade na Lua para suas futuras missões lá, lançou um concurso de projetos nesta quinta-feira (25).

"Esse desafio espera gerar abordagens radicalmente novas e diferentes para o problema de coleta e armazenamento de dejetos humano", divulgou a agência espacial americana.

Os astronautas da Apollo usavam uma bolsa (pelo menos cinco permanecem na Lua, de acordo com registros oficiais), e os banheiros da Estação Espacial Internacional agora funcionam com canos e sistemas de sucção não-gravitacionais.

A Nasa concederá três prêmios (de 20.000, 10.000 e 5.000 dólares) aos inventores mais criativos de um sistema a ser instalado no módulo lunar que levará dois astronautas de volta à Lua em 2024, de acordo com o calendário oficial.

Três empresas competem para construir o módulo lunar.

As especificações estabelecidas indicam que os banheiros devem ser usados para homens e mulheres, operar na Lua (onde a gravidade é 1/6 da Terra) e em microgravidade no espaço, e também terão que ocupar menos de 0,12 metros cúbicos, e não fazer mais barulho do que um exaustor de banheiro (60 decibéis).

Mais importante, eles devem permitir defecação e micção simultâneas e ter a capacidade de receber um litro de urina e 500 gramas de fezes (incluindo diarreia) por evento, bem como 114 gramas por dia de menstruação.

Eles devem poder ser limpos em cinco minutos e impedir a passagem de odores e gotas para o interior estreito do veículo.

Os resíduos devem poder ser armazenados ou evacuados ao ar livre.

Para a Apollo, a urina foi liberada no espaço, onde "imediatamente se transformou em uma chuva de cristais brilhantes", segundo o autor Craig Nelson.

Outro detalhe para os interessados (com prazo final de 17 de agosto): "Bônus serão concedidos a projetos que permitam a coleta de vômitos sem forçar o membro da tripulação a enfiar a cabeça nos banheiros".