Mercado abrirá em 1 h 53 min

Namorada de Lula é socióloga e cultiva amizade há décadas

Rosângela da Silva tem visitado o ex-presidente na carceragem da PF. (Foto: Reprodução/Facebook)

A socióloga Rosângela da Silva é a namorada do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, com quem o petista pretende se casar, segundo revelado pelo ex-ministro Luiz Carlos Bresser Pereira.

As informações são do jornalista Guilherme Amado, publicadas em sua coluna na Revista Época.

Janja, como é chamada, trabalha há 16 anos na Itaipu Binacional. Segundo seu perfil em uma rede social, ela foi cedida para a Eletrobras durante três anos e nove meses.

Rosângela se formou e fez pós-graduação na UFPR (Universidade Federal do Paraná). De acordo com a coluna, Rosângela mora em Curitiba, cidade onde o ex-presidente está preso, e visita com frequência Lula na carceragem da Polícia Federal.

O casal está junto há mais de um ano, antes mesmo de Lula ser preso, revelou Amado. Eles se conheceram nos tempos das caravanas da cidadania e mantiveram a amizade durante todos esses anos.

Lula está preso desde abril de 2018 após decisão unânime do STJ (Superior Tribunal de Justiça), que reduziu sua condenação de 12 anos e 1 mês de prisão para 8 anos, 10 meses e 20 dias.

A previsão da defesa de Lula é deixar o regime fechado ainda neste ano.

“ÓTIMA FORMA FÍSICA E PSÍQUICA”

"Ele está em ótima forma física e psíquica", escreveu Bresser. Segundo o ex-ministro, a grande preocupação do petista no momento é "ter reconhecida sua inocência". Bresser deu detalhes da vida pessoal do ex-presidente. "Está apaixonado e seu primeiro projeto ao sair da prisão é se casar", disse.

O ex-presidente tem 73 e é viúvo desde 3 fevereiro de 2017, após a ex-primeira-dama Marisa Letícia Lula da Silva morrer, aos 66 anos, devido um Acidente Vascular Cerebral (AVC), decorrente do rompimento de um aneurisma.

Na visita, Bresser relata ter entregue a Lula o seu livro "A Construção Política do Brasil", onde afirma que ele fez um belo governo, mas “errou ao deixar o juro alto e o câmbio apreciado”.

LEIA MAIS

Lula está apaixonado e vai se casar, afirma ex-ministro

Envolvido no desabamento de prédios no RJ é preso

O ex-ministro defendeu a liberdade de Lula e afirmou que a política brasileira precisa de "um líder sem ressentimentos" e que lute por um grande acordo nacional necessário para o país sair da crise.

O petista foi condenado em primeira e segunda instância no caso do tríplex de Guarujá (SP) e, em primeira instância, no caso do sítio de Atibaia (SP).