Mercado abrirá em 5 hs
  • BOVESPA

    109.951,49
    +2.121,77 (+1,97%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    53.125,01
    -210,50 (-0,39%)
     
  • PETROLEO CRU

    78,54
    +0,07 (+0,09%)
     
  • OURO

    1.878,50
    +1,10 (+0,06%)
     
  • BTC-USD

    22.712,84
    -486,45 (-2,10%)
     
  • CMC Crypto 200

    523,12
    -13,78 (-2,57%)
     
  • S&P500

    4.117,86
    -46,14 (-1,11%)
     
  • DOW JONES

    33.949,01
    -207,68 (-0,61%)
     
  • FTSE

    7.885,17
    +20,46 (+0,26%)
     
  • HANG SENG

    21.590,47
    +306,95 (+1,44%)
     
  • NIKKEI

    27.584,35
    -22,11 (-0,08%)
     
  • NASDAQ

    12.605,50
    +60,25 (+0,48%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5787
    +0,0113 (+0,20%)
     

Nagel não vê espiral preços-salários, mas deseja mais aperto monetário do BCE

FRANKFURT (Reuters) - Não há sinal de uma "espiral salários-preços" na zona do euro, mas o Banco Central Europeu (BCE) deve continuar apertando sua política monetária para conter as expectativas de inflação, disse a autoridade do BCE Joachim Nagel em entrevista publicada nesta segunda-feira.

"Não estamos vendo nenhuma espiral salários-preços no sentido de um novo aumento na taxa de inflação devido aos atuais acordos salariais", disse o presidente do Bundesbank, o banco central da Alemanha, ao jornal alemão Zeitschrift für das gesamte Kreditwesen.

(Reportagem de Francesco Canepa)