Mercado fechado
  • BOVESPA

    128.405,35
    +348,13 (+0,27%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.319,57
    +116,77 (+0,23%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,50
    +0,46 (+0,65%)
     
  • OURO

    1.763,90
    -10,90 (-0,61%)
     
  • BTC-USD

    33.986,57
    -1.768,50 (-4,95%)
     
  • CMC Crypto 200

    888,52
    -51,42 (-5,47%)
     
  • S&P500

    4.166,45
    -55,41 (-1,31%)
     
  • DOW JONES

    33.290,08
    -533,37 (-1,58%)
     
  • FTSE

    7.017,47
    -135,96 (-1,90%)
     
  • HANG SENG

    28.801,27
    +242,68 (+0,85%)
     
  • NIKKEI

    28.964,08
    -54,25 (-0,19%)
     
  • NASDAQ

    14.103,00
    -62,50 (-0,44%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,0361
    +0,0736 (+1,23%)
     

Nadadora australiana abandona seleção para Jogos de Tóquio por 'pervertidos misóginos'

·2 minuto de leitura

Maddie Groves, duas vezes medalhista olímpica australiana de natação, desistiu das provas para as Olimpíadas de Tóquio, após denunciar a presença no esporte de "pervertidos misóginos".

 A jovem de 26 anos, medalhista de prata nos 200 metros borboleta e no revezamento 4x100 metros nos Jogos do Rio de Janeiro 2016, revelou sua decisão no Instagram na noite de quinta-feira (10).

Leia também:

 O processo de seleção para as Olimpíadas de julho começará no sábado, na cidade australiana de Adelaide.

 "Que isso sirva de lição para todos os pervertidos misóginos nos esportes e seus puxa-sacos", escreveu.

 "Não se pode mais explorar mulheres jovens e meninas, fazê-las sentir vergonha de seus corpos, ou temer por sua saúde e então esperar que elas representem você para que você possa ganhar seu bônus anual. Acabou!", protestou Maddie.

 A nadadora não especificou a quem ela se referia.

 Em novembro passado, ela se queixou no Twitter sobre uma "pessoa que trabalha na natação" que a fazia "se sentir mal pela forma" como a olhava.

 Dias depois, ela denunciou um "comentário sinistro" de um treinador não identificado, que disse ter-se desculpado, "talvez porque o psicólogo da equipe lhe tenha dito para fazer isso".

 Kieren Perkins, presidente da Swimming Australia, órgão responsável pela natação no país, lamentou que a nadadora não tenha apresentado uma denúncia formal.

 "A realidade é que isso é tudo que sabemos, o que está nas redes sociais. Ela nunca entrou em contato com a Swimming Australia. Não conseguimos falar diretamente com ela e falar de suas preocupações para averiguar o que está acontecendo", declarou Kieren ao Channel Nine nesta sexta.

 "Infelizmente, as mensagens nas redes sociais não constituem uma denúncia válida para nós. É preciso sentar para falar disso com a gente", acrescentou.

 "Gostaríamos de fazer isso e queremos que Maddie venha e fale conosco, se achar que consegue", completou.

 Apesar de sua retirada, Maddie Groves disse não ter a intenção de encerrar sua carreira e quer "participar de outras competições mais adiante este ano".

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos