Mercado abrirá em 7 h 54 min
  • BOVESPA

    114.647,99
    +1.462,52 (+1,29%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.798,38
    +658,14 (+1,26%)
     
  • PETROLEO CRU

    82,66
    +1,35 (+1,66%)
     
  • OURO

    1.768,10
    -29,80 (-1,66%)
     
  • BTC-USD

    62.086,20
    +1.022,88 (+1,68%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.464,06
    +57,32 (+4,07%)
     
  • S&P500

    4.471,37
    +33,11 (+0,75%)
     
  • DOW JONES

    35.294,76
    +382,20 (+1,09%)
     
  • FTSE

    7.234,03
    +26,32 (+0,37%)
     
  • HANG SENG

    25.330,96
    +368,37 (+1,48%)
     
  • NIKKEI

    29.068,63
    +517,70 (+1,81%)
     
  • NASDAQ

    15.144,25
    +107,00 (+0,71%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3297
    -0,0741 (-1,16%)
     

Na Serrinha, Goiás vence o Brasil de Pelotas e esquenta briga pela liderança da Série B

·3 minuto de leitura


Em situações opostas no Campeonato Brasileiro da Série B, Goiás e Brasil de Pelotas entraram em campo na noite deste sábado, pela 24ª rodada, no estádio da Serrinha. Com a volta do público nas arquibancadas, porém em número bastante reduzido, o Verdão não decepcionou sua torcida. Abrindo a contagem no primeiro tempo com Alef Manga, em cobrança de pênalti, Caio Vinícius chegou a ampliar na segunda etapa, porém dando tempo para Erison descontar nos acréscimos, mas era tarde, fechando a conta em 2 a 1.

Sendo assim, os comandados de Marcelo Cabo chegaram aos 45 pontos, ficando na vice-liderança, diminuindo a distância para o líder Coritiba para apenas 3 pontos. Já a equipe comandada por Cléber Gaúcho, por conta do novo tropeço sofrido, acabou estacionando com seus 16 pontos na última posição.

>Aplicativo de resultados do LANCE! está disponível na versão iOS

VAR ANULA GOL DO GOIÁS NO INÍCIO

Pressionando o Brasil de Pelotas desde os primeiros movimentos, o Goiás parecia não estar disposto a dar chances ao rival. Sendo assim, explorando jogadas de velocidade, praticamente mantinha-se em seu campo de ataque até meados dos 10 minutos, conseguindo marcar com Alef Manga. Porém, após revisão do VAR, o árbitro Diogo Pombo Lopez anulou o tento dos mandantes, para frustração dos torcedores atrás do gol defendido por Matheus Nogueira.

Passado o sufoco, a equipe visitante, aos poucos, foi ganhando espaço em campo. Sendo assim, passou a arriscar mais conseguindo construir jogadas de efeito, como as de Rômulo e Rildo, porém ambas sem sucesso.

TIME ESMERALDINO ABRE A CONTAGEM AINDA NA ETAPA INICIAL

Voltando a ditar o ritmo no duelo, o Goiás, na reta final, teve um pênalti a seu favor. Após cruzamento de Élvis, Caio Vinícius acabou recebendo um tranco de Oliveira, com a arbitragem apontando a marca da cal. Na cobrança, Alef Manga, bateu firme com o arqueiro Matheus ainda conseguindo pular no canto certo, mas a bola acabou balançando as redes.

DONOS DA CASA AMPLIAM O MARCADOR

Na volta para a etapa final, apenas o técnico Cléber Gaúcho optou por mudanças, aumentando seu poder ofensivo colocando Gabriel Terra e Rone em campo. Porém, até meados dos 15 minutos, eram os comandados de Marcelo Cabo quem criavam as melhores chances, conseguindo encontrar mais um gol no jogo no minuto seguinte, aos 16, com Caio Vinícius, pegando rebote no chute de Alef Manga, marcando o segundo gol do Goiás no confronto.

VAR CONFIRMA PÊNALTI PARA O BRASIL QUE DESCONTA NO FIM

Com uma boa vantagem no jogo, o técnico da equipe local então resolveu mudar sua dupla de atacantes, tirando Alef Manga e Nicolas para as entradas de Dadá Belmonte e Welliton, respectivamente. Por outro lado, o treinador do Xavante, ainda na esperança de conseguir uma reação heroica, também resolveu mudar, tendo um pênalti confirmado pelo VAR, já nos acréscimos, de Iago Mendonça, expulso na sequência, sobre Arthur. Na cobrança, Erison bateu forte no meio do gol, sem chances para Tadeu, mas era tarde, fazendo com que o juiz soprasse o apito para encerrar o confronto na Serrinha.

FICHA TÉCNICA
GOIÁS 2x1 BRASIL DE PELOTAS

Data e horário: 18/09/2021, às 19h (de Brasília)
​Local: Estádio da Serrinha, em Goiânia (GO)
Árbitro: Diego Pombo Lopez (CBF-BA)
Assistentes: Jucimar dos Santos Dias (CBF-BA) e Edevan de Oliveira Pereira (CBF-BA)
VAR: Heber Roberto Lopes (CBF-SC)

Cartões Amarelos: Arthur, 25'/1ºT; Reynaldo, 6'/2ºT; Rezende, 13'/2ºT; Matheus Nogueira, 22'/2ºT; Iago Mendonça, 40'/2ºT; Erison, 41'/2ºT

Cartões Vermelhos: Iago Mendonça, 53'/2ºT

Gols: Alef Manga, 42'/1ºT (1-0); Caio Vinícius, 16'/2ºT (2-0); Erison, 54'/2ºT (2-1)


GOIÁS: Tadeu; Apodi, David Duarte (Matheus Salustiano, aos 46'/2ºT), Reynaldo (Iago Mendonça, aos 14'/2ºT) e Hugo; Rezende (Fellipe Bastos aos 14'/2ºT), Caio Vinícius e Elvis; Dieguinho, Nicolas (Welliton, aos 36'/2ºT) e Alef Manga (Dadá Belmonte, aos 36'/2ºT).
(Técnico: Marcelo Cabo)

BRASIL DE PELOTAS: Matheus Nogueira; Oliveira, Leandro Camilo (Rone, no intervalo), Arthur e Paulinho; Diego Gomes (Wesley, aos 35'/2ºT), Rômulo, Kevin (Gabriel Terra, no intervalo), Rildo (Gabriel Poveda, aos 39'/2ºT) e Netto; Erisson.
(Técnico: Cléber Gaúcho)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos