Mercado fechará em 6 h 48 min
  • BOVESPA

    125.675,33
    0,00 (0,00%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.634,60
    +290,49 (+0,57%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,51
    -0,11 (-0,15%)
     
  • OURO

    1.826,60
    -9,20 (-0,50%)
     
  • BTC-USD

    38.748,68
    -1.041,68 (-2,62%)
     
  • CMC Crypto 200

    919,41
    -10,95 (-1,18%)
     
  • S&P500

    4.419,15
    +18,51 (+0,42%)
     
  • DOW JONES

    35.084,53
    +153,60 (+0,44%)
     
  • FTSE

    7.026,63
    -51,79 (-0,73%)
     
  • HANG SENG

    25.961,03
    -354,29 (-1,35%)
     
  • NIKKEI

    27.283,59
    -498,83 (-1,80%)
     
  • NASDAQ

    14.863,25
    -174,50 (-1,16%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,0682
    +0,0277 (+0,46%)
     

Na Índia, polícia derruba esquema médico que injetava vacinas falsas

·1 minuto de leitura
Na Índia, polícia derruba esquema médico que injetava vacinas falsas
Na Índia, polícia derruba esquema médico que injetava vacinas falsas

Alguns profissionais da saúde da Índia, incluindo médicos, organizaram um esquema para se beneficiar do desespero das pessoas com a pandemia que acomete o mundo. Os golpistas produziam e aplicavam vacinas falsas contra o coronavírus nas pessoas e cobrava por elas. No entanto, ao invés do imunizante, as mais de 2.500 vítimas recebiam injeções de água salgada. Os médicos infratores foram presos recentemente pela polícia indiana.

Segundo a NeoScope, a maioria das injeções falsas foi administrada entre maio e junho, quando a Índia registrava um aumento diário exorbitante de casos e mortes por coronavírus. Naquele momento, o governo indiano não tinha um projeto de vacinação centralizado e os golpistas aproveitaram a oportunidade para atacar a população vulnerável.

Vacinas falsas eram administradas por médicos credenciados. Créditos: Shutterstock
Vacinas falsas eram administradas por médicos credenciados. Créditos: Shutterstock

O golpe se tornou aparente depois que as vítimas começaram a duvidar da total ausência de efeitos colaterais das doses. Além disso, quando os imunizantes se tornaram mais comuns no país e o governo indiano divulgou um programa de imunização gratuito, os pagamentos em dinheiro que tiveram que fazer pelas vacinas falsas gerou suspeitas.

Leia também!

O golpe utilizando imunizantes (falsos) terceirizados reforça a necessidade dos governos organizarem projetos centralizados de vacinação.

As autoridades indianas se surpreenderam com o fato de profissionais de saúde genuínos terem participado do esquema e usar um hospital para produzir certificados, frascos da suposta vacina e seringas falsas. Até agora, 14 pessoas envolvidas no esquema foram presas sob acusações que vão desde conspiração criminosa a homicídio culposo.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos