Mercado fechado
  • BOVESPA

    113.750,22
    +1.458,62 (+1,30%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    43.646,03
    -288,18 (-0,66%)
     
  • PETROLEO CRU

    46,09
    +0,45 (+0,99%)
     
  • OURO

    1.842,00
    +0,90 (+0,05%)
     
  • BTC-USD

    19.040,18
    -8,11 (-0,04%)
     
  • CMC Crypto 200

    365,19
    -14,05 (-3,71%)
     
  • S&P500

    3.699,12
    +32,40 (+0,88%)
     
  • DOW JONES

    30.218,26
    +248,74 (+0,83%)
     
  • FTSE

    6.550,23
    +59,96 (+0,92%)
     
  • HANG SENG

    26.835,92
    +107,42 (+0,40%)
     
  • NIKKEI

    26.751,24
    -58,13 (-0,22%)
     
  • NASDAQ

    12.509,25
    +47,00 (+0,38%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2497
    +0,0137 (+0,22%)
     

Nação! Flamengo dá nova cara ao programa de sócio-torcedor e promete novidades

LANCE!
·3 minuto de leitura


O programa de sócio-torcedor do Flamengo está de cara e nome novo. Agora chama-se apenas Nação. A remodelação foi anunciada pela diretoria em programa na FlaTV, que contou com a participação do presidente Rodolfo Landim, do VP de futebol Marcos Braz e do VP de Comunicação e Marketing Gustavo Oliveira - este último foi o responsável por explicar o novo conceito.

- Uma marca deve ser simples, com entendimento direto do que representa e bonita. O grande mérito dessa nova marca do sócio-torcedor do Flamengo é que ela junta as coisas mais representativas da torcida do Flamengo. A bandeira do Flamengo tremulando nos estádios, nas ruas, é uma das coisas mais representativas da torcida, então trouxemos isso. O segundo é o nome: Nação. Não precisa falar mais nada. O rubro-negro sabe o que é a Nação. Os outros podem pensar outra coisa, que é o Brasil... Acho que ficou uma marca muito bonita, muito forte, e representa exatamente o que queremos: a ligação do Flamengo com sua torcida e seu sócio-torcedor - afirmou Gustavo Oliveira.

A nova interface e site do programa Nação estará disponível a partir da próxima quarta-feira, dia 28. Contudo, Gustavo Oliveira adiantou algumas das novidades que os sócios-torcedores do Flamengo terão com a reformulação do programa.

- Tem muita coisa de conteúdo exclusivo. A FlaTV trabalhando muito, e terão programas exclusivos para o sócio-torcedor, muita coisa referente a troca da pontuação: camisas, ingressos. Tem um programa que acho espetacular que é um estímulo ao pequeno empreendedor, ainda mais neste momento. Sendo sócio, este poderá oferecer um pequeno específico a outros sócios, e terá seu nome colocado na lista de empresas que oferecem desconto aos sócios. Vamos abrir, a partir do dia 28, um processo de cadastramento de empresas pequenas que terão desconto para esse sócio-torcedor empreendedor. Um lado social muito importante. São muitos benefícios. O maior de todos, para aquele que pode, é estar patrocinando a paixão dele, nos tornando um time mais forte.

LANDIM E BRAZ DESTACAM IMPORTÂNCIA DO PROGRAMA

Se o Flamengo conquistou o que conquistou recentemente foi por conta do alto investimento feito no elenco e na estrutura do departamento de futebol, com a modernização do Ninho do Urubu e do departamento médico, por exemplo. O programa de sócio-torcedor, há algumas temporadas, é a segunda receita recorrente mais importante no clube, o que fez o presidente Rodolfo Landim e o vice-presidente Marcos Braz destacarem a importância dos sócios para o sucesso e desempenho em alto nível da equipe rubro-negra em campo.

- Em termos de receitas recorrentes, o programa de sócio-torcedor, junto com bilheteria, é a segunda receita mais importante do Flamengo, abaixo de direitos de transmissão. É fundamental para definir o patamar de investimentos e de custos operacionais que o Flamengo terá e, consequentemente, colocar em campo uma equipe competitiva para buscar os campeonatos que almejamos. É fundamental. Agradeço a todos sócios que se mantiveram fiéis ao clube neste momento que foram impedidos de ir ao estádio. Foi fundamental para mantermos os nossos compromissos - afirmou o presidente Rodolfo Landim.


- É a previsibilidade dessa receita. Quando vamos ao mercado, com o nome que o Flamengo tem, bem posicionado na parte esportiva, há uma facilidade para trazer esses jogadores. E quando há essa previsibilidade de receita, a segurança dos recursos, pode se programar e fazer um planejamento melhor para disputar com os grandes clubes do mundo. Isso aconteceu com o Isla. É um jogador muito bem posicionado, com 10 anos de Europa, e tinha outras oportunidades. Essa previsibilidade, essa força financeira que o sócio-torcedor traz é importantíssima - completou Braz, nome forte do futebol do Flamengo.