Mercado fechado

Número de empregados no comércio cresceu 19,7% em uma década, aponta IBGE

Alessandra Saraiva

O total chegou a 10,2 milhões de pessoas em 2018 O número de empregados do comércio totalizou em 2018 10,2 milhões de pessoas. Isso representa um aumento de 19,7% ante 2009, quando girava em torno de 8,5 milhões, informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O instituto anunciou nesta sexta-feira a Pesquisa Anual de Comércio (PAC) de 2018.

No levantamento, o IBGE apurou que o comércio varejista apresentou o maior ritmo de expansão em número de empregados, na economia do comércio, entre 2009 e 2018. Esse setor mostrou alta de 22,4% no total de trabalhadores, para 7,6 milhões. Ou seja: esse segmento representa mais da metade do total empregado pelo comércio como um todo, em 2018.

No varejo, o IBGE destacou o comportamento de hipermercados e supermercados, que teve o maior aumento absoluto em número de empregados, passando de 920,7 mil para 1,4 milhão entre 2009 e 2018. A expansão foi tão expressiva que acabou por elevar o número médio de trabalhadores de empresas desse tipo: de 82 funcionários por unidade para 99 pessoas por estabelecimento, entre 2009 e 2018.

Silvia Costanti/Valor

A segunda alta mais expressiva foi observada no comércio atacadista, que teve alta de 14,9% ante 2009 no número de trabalhadores, para 1,69 milhão em 2018, seguida por comércio de veículos, peças e motocicletas, com alta de 4,1% em comparação com 2009, para 894,4 mil, em 2018.