Mercado fechado
  • BOVESPA

    111.439,37
    -2.354,63 (-2,07%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.307,71
    -884,59 (-1,69%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,65
    -0,32 (-0,44%)
     
  • OURO

    1.752,50
    +1,10 (+0,06%)
     
  • BTC-USD

    47.125,82
    -711,45 (-1,49%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.178,28
    -47,25 (-3,86%)
     
  • S&P500

    4.432,99
    -40,76 (-0,91%)
     
  • DOW JONES

    34.584,88
    -166,42 (-0,48%)
     
  • FTSE

    6.963,64
    -63,84 (-0,91%)
     
  • HANG SENG

    24.920,76
    +252,96 (+1,03%)
     
  • NIKKEI

    30.500,05
    +176,75 (+0,58%)
     
  • NASDAQ

    15.318,00
    -8,00 (-0,05%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1926
    -0,0068 (-0,11%)
     

Número de consumidores no mercado livre de energia do Brasil avança 19% em julho

·1 minuto de leitura
Linhas de transmissão em Brasília

SÃO PAULO (Reuters) - O mercado livre de energia do Brasil terminou o mês de julho com 9.463 consumidores, avanço de 19% em comparação anual, em movimento que indica uma expansão contínua no interesse pela modalidade, disse a Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE) nesta sexta-feira.

O ambiente livre permite a negociação direta entre geradores ou comercializadores e compradores de médio e grande porte, como indústrias e shoppings --ao contrário do mercado regulado, em que pequenas e médias empresas e consumidores residenciais adquirem eletricidade junto às distribuidoras.

Os consumidores do mercado livre são divididos entre livres, que podem escolher seu fornecedor sem restrições, e especiais, que têm direito a adquirir energia de Pequenas Centrais Hidrelétricas (PCHs) e fontes incentivadas, como eólica e solar.

Ao final do mês passado, o Brasil possuía 1.106 consumidores na categoria livre, alta de 11,7% frente ao mesmo período de 2020, enquanto os clientes habilitados como especiais somavam 8.357, avanço de 20,1%, disse a CCEE em nota.

Os agentes representavam, em julho, 24.738 unidades consumidoras, 30,2% a mais do que no mesmo período do ano passado, acrescentou a câmara --ressaltando que entre os agentes, além de consumidores, também estão 1.755 geradores de energia.

(Por Gabriel Araujo)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos