Mercado abrirá em 6 h 2 min

Nível de utilização da indústria argentina recua em novembro, diz Indec

Caio Rinaldi

No décimo primeiro mês de 2019, a taxa ficou em 60,7%, apontou o Instituto Nacional de Estatística e Censos A utilização da capacidade industrial na Argentina recuou em novembro do ano passado na comparação com igual mês de 2018 e também em relação a outubro, informou nesta terça-feira (14) o Instituto Nacional de Estatística e Censos (Indec).

No décimo primeiro mês de 2019, a taxa ficou em 60,7%. No mesmo mês de 2018, a taxa verificada havia sido de 63,3%. Já em outubro de 2019, a indústria argentina ocupou 62,1% de suas linhas de produção.

O segmento industrial com melhor taxa de utilização foi o do refino de petróleo, que alcançou 78,7%. Em outubro, a taxa havia alcançado 80,8%.

Já na outra ponta, a indústria automotiva ocupou apenas 38,7% das linhas fabris, numa taxa que indica aumento da ociosidade, já que, em outubro, o nível de utilização foi de 43,2%.