Mercado fechado
  • BOVESPA

    116.464,06
    -916,43 (-0,78%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.053,56
    -72,95 (-0,16%)
     
  • PETROLEO CRU

    52,75
    +0,14 (+0,27%)
     
  • OURO

    1.847,30
    -3,60 (-0,19%)
     
  • BTC-USD

    32.282,91
    -232,03 (-0,71%)
     
  • CMC Crypto 200

    650,60
    +3,27 (+0,51%)
     
  • S&P500

    3.849,62
    -5,74 (-0,15%)
     
  • DOW JONES

    30.937,04
    -22,96 (-0,07%)
     
  • FTSE

    6.654,01
    +15,16 (+0,23%)
     
  • HANG SENG

    29.556,58
    +165,32 (+0,56%)
     
  • NIKKEI

    28.681,36
    +135,18 (+0,47%)
     
  • NASDAQ

    13.560,75
    +75,25 (+0,56%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,5147
    +0,0039 (+0,06%)
     

Não vamos mudar nossa campanha por causa de pesquisa, diz Covas diante de aproximação de Boulos

ARTUR RODRIGUES E THIAGO AMÂNCIO
·1 minuto de leitura
*ARQUIVO* SÃO PAULO, SP, 02.11.2020 - O governador de São Paulo e candidato à reeleição, Bruno Covas. (Foto: Eduardo Knapp/Folhapress)
*ARQUIVO* SÃO PAULO, SP, 02.11.2020 - O governador de São Paulo e candidato à reeleição, Bruno Covas. (Foto: Eduardo Knapp/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O prefeito de São Paulo e candidato a reeleição, Bruno Covas (PSDB), afirmou na manhã desta terça-feira (24) que a pesquisa Datafolha que apontou a aproximação de seu adversário Guilherme Boulos (PSOL) não o fará mudar a estratégia da campanha.

"Em nenhum momento mudamos nossa campanha por conta de pesquisa eleitoral. Não será diferente nesse instante, nós vamos continuar focados nos problemas da cidade de São Paulo", disse em entrevista à rádio BandNews FM.

Pesquisa Datafolha mostra que os dois candidatos têm hoje 10 pontos percentuais de diferença considerando somente os votos válidos (desconsiderando brancos e nulos). Boulos passou de 42% para 45% dos votos válidos, entre a pesquisa feita na semana passada (dias 17 e 18) e o levantamento desta segunda-feira. Já Covas foi de 58% para 55%.

Já em votos totais (considerando também brancos e nulos), Boulos subiu de 35% para 40% das intenções de voto, enquanto Covas permaneceu com 48%.

"Domingo passado no dia da eleição a diferença era de 13 pontos percentuais. Hoje a diferença é de 10 pontos percentuais. Ainda é uma boa diferença pra poder chegar bem no domingo. Mas pesquisa não substitui eleição. Importante é estar bem no próximo domingo", disse Covas.

"Até sábado, até o último instante que a legislação permite, nós vamos estar na rua em contato com as pessoas, pedindo a confiança, pedindo para elas para compararem o currículo de cada um dos candidatos, para verificar quem elas acham que está mais preparado para poder enfrentar esse grande desafio que a cidade tem agora, de retomada econômica, de retomada social, para poder ajudar a população, em especial aqueles que mais precisam de atenção do poder público", concluiu.