Mercado fechado

“Não sonhe grande, sonhe enorme!”, fundador da Embraer

Por Vinicius Victorino, da Endeavor Brasil

A aviação brasileira não seria o que é hoje se não fosse o sonho de Ozires Silva. Com 20 e poucos anos, na cidade de Bauru, no interior de São Paulo, ele já sonhava em construir aviões no Brasil, afinal, nascera no país natal de Santos Dumont. Desde a década de 1940, Ozires Silva não se conformava com o fato de que, no Aeroclube de Bauru, todos os modelos tinham fabricação internacional.

Formou-se engenheiro no recém-criado ITA e apesar das críticas e dúvidas uma oportunidade de ouro surgiu: conseguiu falar com o presidente da República e o convenceu de que a Embraer era um projeto viável e um sonho possível para o país. Hoje, a companhia fabrica e opera em mais de 90 países, com engenheiros brasileiros. E se a aviação brasileira é referência no mundo todo é por causa do sonho de alguém.

Ozires Silva garante que não basta sonhar grande, tem que sonhar enorme e acreditar sempre. Veja a história de sucesso desse empreendedor: