Mercado abrirá em 6 h 44 min
  • BOVESPA

    109.101,99
    +1.088,52 (+1,01%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.508,35
    -314,88 (-0,60%)
     
  • PETROLEO CRU

    86,29
    -0,61 (-0,70%)
     
  • OURO

    1.841,50
    -1,10 (-0,06%)
     
  • BTC-USD

    38.878,20
    -3.034,62 (-7,24%)
     
  • CMC Crypto 200

    918,46
    -76,80 (-7,72%)
     
  • S&P500

    4.482,73
    -50,03 (-1,10%)
     
  • DOW JONES

    34.715,39
    -313,26 (-0,89%)
     
  • FTSE

    7.585,01
    -4,65 (-0,06%)
     
  • HANG SENG

    24.769,15
    -183,20 (-0,73%)
     
  • NIKKEI

    27.325,88
    -447,05 (-1,61%)
     
  • NASDAQ

    14.644,00
    -197,00 (-1,33%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1362
    +0,0061 (+0,10%)
     

Não Olhe Para Cima é o filme mais visto da história da Netflix em uma semana

·3 min de leitura

Não Olhe Para Cima agora tem um recorde para chamar de seu: o título se tornou o filme mais assistido em uma única semana na Netflix. A discussão viral sobre o longa nas redes sociais e as críticas divisivas levaram a um total de 152,2 milhões de horas assistidas, colocando o filme no topo do ranking do serviço de streaming. Agora, o filme segue seu caminho para talvez se tornar o mais visto da história da plataforma.

Tudo isso, inclusive, veio semanas após a estreia do filme de Adam McKay (Vice), o que tornou o feito ainda mais digno de atenção para os realizadores e a empresa. Não Olhe Para Cima atingiu a marca entre os dias 27 de dezembro e 2 de janeiro, mais de uma quinzena após sua estreia, com a marca de agora o colocando, também, como o terceiro mais visto do serviço.

Agora, deve ser uma questão de tempo para que o filme ultrapasse o segundo colocado, Birdbox, e depois o primeiro, Alerta Vermelho, outra estreia recente que chegou batendo recorde.

De acordo com as informações mais recentes, o longa com Gal Gadot (Mulher-Maravilha), Ryan Reynolds (Deadpool) e Dwayne “The Rock” Johnson (Jungle Cruise) chegou a 328 milhões de horas de visualização em apenas 11 dias, batendo o recorde do suspense com Sandra Bullock (Velocidade Máxima), que tinha 282 milhões.

O recorde também se reflete nos números brasileiros, com Não Olhe Para Cima se mantendo como o filme mais visto da Netflix por aqui pela segunda semana consecutiva, seguido por Lulli, com Larissa Manoela (Carrossel) e dirigido por César Rodrigues (Modo Avião); e Velozes & Furiosos: Hobbs & Shaw, também com The Rock e Jason Statham (Adrenalina) nos papéis principais.

Em publicação no Twitter, McKay disse estar pasmo com a marca. Não Olhe Para Cima, inclusive, coloca seu nome mais uma vez na disputa do Oscar, se tornando uma das apostas da Netflix para a premiação deste ano. O diretor recebeu a honraria em 2016 pelo roteiro de A Grande Aposta, mas perdeu o prêmio de direção para Alejandro Iñarritu, com O Regresso.

Não Olhe Para Cima conta a história de dois cientistas, interpretados por Leonardo DiCaprio (O Informante) e Jennifer Lawrence (O Lado Bom da Vida), que descobrem que um meteoro está em rota de colisão com a Terra. Ao tentarem informar sobre o assunto, porém, descobrem que muita gente, principalmente quem deveria tomar atitudes para evitar o desastre, não está nem aí para a iminente destruição do planeta.

Recorde nacional

A nova divulgação de números da Netflix também trouxe mais uma marca para o cinema brasileiro, com Lulli se tornando o filme de língua não-inglesa mais assistido em todo o mundo. Foram 15,2 milhões de horas assistidas entre 27 de dezembro e 2 de janeiro, semana de estreia do filme sobre uma estudante de medicina (Manoela) que ganha o poder de ler a mente de todos ao seu redor.

Sucesso também para A Filha Perdida, estreia de Maggie Gylenhaal (Secretária) na direção. O filme estreou na terceira colocação entre os mais assistidos de todo o mundo, com 18,2 milhões de horas de visualização; na listagem brasileira, ele é o 10º colocado.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos