Mercado fechado
  • BOVESPA

    106.042,48
    -76,52 (-0,07%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    41.905,06
    +36,24 (+0,09%)
     
  • PETROLEO CRU

    42,17
    +0,43 (+1,03%)
     
  • OURO

    1.869,60
    +8,10 (+0,44%)
     
  • BTC-USD

    18.421,56
    -33,18 (-0,18%)
     
  • CMC Crypto 200

    364,42
    +2,99 (+0,83%)
     
  • S&P500

    3.585,31
    +27,77 (+0,78%)
     
  • DOW JONES

    29.654,61
    +391,13 (+1,34%)
     
  • FTSE

    6.351,45
    +17,10 (+0,27%)
     
  • HANG SENG

    26.451,54
    +94,54 (+0,36%)
     
  • NIKKEI

    25.527,37
    -106,93 (-0,42%)
     
  • NASDAQ

    11.908,00
    -79,25 (-0,66%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3799
    +0,0727 (+1,15%)
     

Não houve instabilidade no sistema de liquidação para Pix, diz Campos Neto

·1 minuto de leitura
.
.

BRASÍLIA (Reuters) - O presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, afirmou nesta segunda-feira que não houve instabilidade no sistema de liquidação para transações feitas pelo Pix, que foi lançado nesta manhã, apesar de reconhecer que algumas operações não foram concluídas e que está havendo "aperfeiçoamento ao longo do caminho".

"Teve um volume maior que não foi completo, não conseguiu ser completo num banco ou outro, a gente monitora sempre isso, a gente tem conversado com os bancos", afirmou ele, em coletiva de imprensa.

Segundo Campos Neto, isso acontece às vezes por erros simples, como dígitos não homogêneos.

O chefe do Departamento de Competição do BC, Angelo Duarte, avaliou que está "todo mundo operando muito bem no Pix" no momento, dentro dos parâmetros de qualidade, e que mais de 400 mil operações foram liquidadas.

(Por Marcela Ayres)