Mercado abrirá em 23 mins
  • BOVESPA

    105.069,69
    +603,69 (+0,58%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.597,29
    -330,11 (-0,65%)
     
  • PETROLEO CRU

    68,11
    +1,85 (+2,79%)
     
  • OURO

    1.783,50
    -0,40 (-0,02%)
     
  • BTC-USD

    47.550,27
    -1.798,25 (-3,64%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.215,94
    -225,82 (-15,66%)
     
  • S&P500

    4.538,43
    -38,67 (-0,84%)
     
  • DOW JONES

    34.580,08
    -59,72 (-0,17%)
     
  • FTSE

    7.179,78
    +57,46 (+0,81%)
     
  • HANG SENG

    23.349,38
    -417,31 (-1,76%)
     
  • NIKKEI

    27.927,37
    -102,20 (-0,36%)
     
  • NASDAQ

    15.640,75
    -77,00 (-0,49%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3883
    -0,0070 (-0,11%)
     

'Não há elementos jurídicos que sustentem a criminalização do presidente da República', diz líder do governo

·1 min de leitura
*ARQUIVO* BRASÍLIA, DF, 28.03.2019 - O senador Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE) durante entrevista à Folha em seu gabinete em Brasília (DF). (Foto: Pedro Ladeira/Folhapress)
*ARQUIVO* BRASÍLIA, DF, 28.03.2019 - O senador Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE) durante entrevista à Folha em seu gabinete em Brasília (DF). (Foto: Pedro Ladeira/Folhapress)

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - O líder do governo no Senado, Fernando Bezerra (MDB-PE), fez um discurso em defesa do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e de sua gestão à frente do Executivo, durante a sessão da CPI da Covid, destinada à leitura do relatório final da comissão.

Bezerra afirmou que "não há elementos jurídicos que sustentem a criminalização do Presidente da República".

O líder do governo afirmou que não há comprovação do recebimento de vantagens indevidas, que não houve omissão na compra de vacinas e que as medidas farmacológicas para o enfrentamento da pandemia foram devidamente adotadas.

"A pretensão de caracterizar o crime de charlatanismo, em razão das falas do presidente, não se sustenta, pois não houve nenhuma promessa de cura ou de uma solução infalível, e tais manifestações se inserem integralmente na proteção constitucional da liberdade de expressão do pensamento.", afirmou. No entanto, em vídeo, o presidente Jair Bolsonaro já afirmou há "100% de cura" para a Covid-19 para aqueles que tomam hidroxicloroquina.

Bezerra também afirmou que decisão do Supremo Tribunal Federal dividiu com outros entes federativos. Também isentou de responsabilidade o governo pela falta do fornecimento de oxigênio em Manaus, afirmando que caberia responsabilidade contratual à empresa e também ao governo estadual.

"Não houve qualquer omissão do governo federal no que diz respeito à crise de desabastecimento de oxigênio em Manaus. Equipes do Ministério da Saúde e o próprio ministro estiveram in loco para discutir a crise e propor soluções", afirmou.

O líder do governo também afirmou que não houve omissão na compra de vacinas e disse que o Brasil já tem 111 milhões de pessoas imunizadas com as duas doses, número superior ao dos Estados Unidos.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos