Mercado fechado
  • BOVESPA

    106.296,18
    -1.438,83 (-1,34%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.889,66
    -130,39 (-0,25%)
     
  • PETROLEO CRU

    83,98
    +1,48 (+1,79%)
     
  • OURO

    1.793,10
    +11,20 (+0,63%)
     
  • BTC-USD

    61.141,45
    -1.611,75 (-2,57%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.453,34
    -49,69 (-3,31%)
     
  • S&P500

    4.544,90
    -4,88 (-0,11%)
     
  • DOW JONES

    35.677,02
    +73,94 (+0,21%)
     
  • FTSE

    7.204,55
    +14,25 (+0,20%)
     
  • HANG SENG

    26.126,93
    +109,40 (+0,42%)
     
  • NIKKEI

    28.804,85
    +96,27 (+0,34%)
     
  • NASDAQ

    15.324,00
    -154,75 (-1,00%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,5808
    -0,0002 (-0,00%)
     

Não fomos bons o bastante, diz Tuchel, após derrota do Chelsea para o Manchester City

·1 minuto de leitura

LONDRES (Reuters) - Thomas Tuchel admitiu que o Chelsea não foi bom o bastante na derrota por 1 x 0 em casa pelo Campeonato Inglês para o atual campeão Manchester City neste sábado, que encerrou o início invicto do Chelsea nesta temporada.

A formação 5-3-2 do Chelsea foi projetada para frustrar o City, mas ofereceu pouco além de solidez defensiva até Gabriel Jesus quebrar o impasse com um chute após girar aos oito minutos do segundo tempo.

O City, que havia perdido todos os confrontos contra o Chelsea desde que Tuchel assumiu o comando em janeiro, incluindo a final da Liga dos Campeões, teria vencido por um placar mais amplo, não fosse o goleiro Edouard Mendy.

“Perdemos o jogo, e o City mereceu a vitória. Até o gol, fomos muito fortes nos últimos 20 metros do campo, mas apenas ali, infelizmente”, disse Tuchel a repórteres.

“Em todos os outros lugares, não fomos bons o suficiente para aliviar a pressão e machucá-los. O desempenho não foi complexo o bastante”.

“No geral, simplesmente não estivemos em nosso melhor”.

O Chelsea tentou aumentar o ritmo para salvar o jogo, mas era tarde demais, e Tuchel foi questionado sobre por que começou a partida com uma abordagem tão cautelosa.

“Podemos debater e não teremos as respostas. Jogamos em um 5-3-2, mas não acho que foi uma questão de estrutura”, disse.

“Foi uma questão de nos adaptarmos aos espaços do adversário. Tentamos o sistema para ter conexões na construção de jogo. Ganhamos juntos e perdemos juntos. Eu me questionarei”.

O atacante do Chelsea, Romelu Lukaku, mal teve chances, além de uma tentativa que foi anulada por impedimento.

(Por Martyn Herman)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos